Conheça a FAEMG

A FAEMG (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais) defende os interesses dos produtores rurais do estado.

Crédito Rural

Veja informações sobre os financiamentos destinados aos produtores rurais, cooperativas ou associações para fomentar a produção e comercialização de produtos agropecuários.

Informações Jurídicas

Acesse os documentos disponibilizados pela Assessoria Jurídica para auxiliar os produtores rurais.

Contribuição Sindical
Leiloeiros Rurais

Veja todas as informações sobre os leiloeiros rurais do estado de Minas Gerais.

Compartilhe


Agro+Verde na Femec

FEMEC
ESCRITO POR CRISTIANE MENDONÇA, GRH
04/04/2024 . SISTEMA FAEMG, SINDICATOS, SENAR, INAES, FAEMG

O projeto Agro+Verde foi tema de um evento promovido na manhã desta quinta-feira (04/04) durante a Femec.

A iniciativa é fruto da parceria entre o Sistema Faemg Senar, por meio do Instituto Antônio Ernesto de Salvo (Inaes), e a Cargill e tem como objetivo prestar assistência técnica aos produtores rurais para que melhorem a qualidade das pastagens e restaurem as chamadas Áreas de Preservação Permanentes (APPs).

Na fase piloto, o Agro+Verde atendeu 30 produtores de corte e de leite das regiões do Triângulo e Alto Paranaíba, tendo plantado 80 mil mudas de árvores e distribuído mais de 1.300 toneladas de calcário e 91 toneladas de adubo para a recuperação de pastagens, além de arames lisos para construção de cercas. A segunda fase do projeto tem como meta atender mais 170 produtores rurais, somando, assim, 200 beneficiados.

Participaram do encontro o presidente do Sistema Faemg Senar, Antônio Pitangui de Salvo, o vice-presidente de Finanças e presidente do Inaes, Renato Laguardia, o vice-presidente secretário, Ebinho Bernardes, e o gerente executivo do Inaes, Bruno Rocha.

Durante a programação, foram apresentados, para uma plateia formada por produtores rurais e técnicos de campo das regiões do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, os resultados do Agro+Verde em quase dois anos de atuação, exemplos de propriedades rurais que uniram preservação e produção agrícola.

O presidente do Sistema, Antônio de Salvo, fez a abertura do evento e reforçou o papel ambiental do produtor rural. “Vamos fazer o que precisa no Brasil, em termos de sustentabilidade, que já é uma verdade, mas que precisa ser mais falada e, até, gritada, tal como fizemos com o nosso “Minas Grita pelo Leite!”, disse.

Especialistas

Em seguida, o engenheiro agrônomo da Re.green André Gustavo Nave abordou o tema “Geração de renda em Reserva Legal e Área de Preservação Permanente (APP)” e mostrou exemplos de propriedades rurais que conseguiram recuperar áreas e produzir. “Existem várias iniciativas para que os produtores tenham ideias e pensem novas formas de reaproveitamento econômico de áreas que precisam ser preservadas dentro da legislação”, afirmou.

Já o gerente de Projetos de Sustentabilidade da Cargill, Raphael Lemes Hamawaki, falou sobre as ações da empresa no Brasil e o alcance conquistado em Minas, graças à parceria com o Inaes. “O interesse e o engajamento dos produtores rurais nos surpreendeu e mostra que o campo precisa da gente. É com parceiros como o Sistema Faemg Senar, e outros, que esperamos alcançar os objetivos de sustentabilidade”, frisou dizendo que o objetivo do Agro+Verde, em parceria com o Sistema, é alcançar 100 mil hectares de pastagens recuperadas.

O consultor do Inaes, Cezar Augusto Fonseca e Cruz, encerrou a parte técnica chamando atenção dos produtores para as possibilidades das áreas de reserva e recuperação. “Existe geração de renda em APP e Reserva Legal com oportunidades legais e possíveis. Conservação e produção andam juntas e são aliadas. É preciso que o produtor rural invista em capacitação técnica para perceber como as áreas de uso restrito são uma oportunidade econômica sustentável!”, afirmou.

Resultados do Agro+Verde

O presidente do Inaes, Renato Laguardia, fez o encerramento das apresentações mostrando a atuação do Sistema Faemg Senar e os resultados alcançados pelo Agro+Verde. “Precisamos nos profissionalizar e produzir, recuperando nossas áreas, porque o Código Florestal exige, mas também porque precisamos da água para plantar e para alimentar nossos animais”. E salientou: “Ao final do Agro+Verde, o produtor rural ganha um certificado que valida a regularização, do ponto de vista ambiental, da sua propriedade!”, citou reforçando o benefício da certificação para o produtor.

 

Perdeu algum conteúdo da Femec 2024? Acompanhe abaixo:

}