Conheça a FAEMG

A FAEMG (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais) defende os interesses dos produtores rurais do estado.

Crédito Rural

Veja informações sobre os financiamentos destinados aos produtores rurais, cooperativas ou associações para fomentar a produção e comercialização de produtos agropecuários.

Meio Ambiente

Acesse informações técnicas sobre a gestão ambiental na atividade agropecuária em Minas Gerais.

Informações Jurídicas

Acesse os documentos disponibilizados pela Assessoria Jurídica para auxiliar os produtores rurais.

Contribuição Sindical
Leiloeiros Rurais

Veja todas as informações sobre os leiloeiros rurais do estado de Minas Gerais.

Compartilhe

Seminário do Morango em Pouso Alegre

SEMINÁRIO
ESCRITO POR GISELE NISHIYAMA. DE VARGINHA
08/12/2022 . SISTEMA FAEMG, SINDICATOS, SENAR, INAES, FAEMG
Participantes do Seminário

Nessa quarta (07/12), o Escritório Regional do Sistema Faemg Senar em Varginha, o Sindicato dos Produtores Rurais de Pouso Alegre, a Coopama, o Sebrae e o Senac promoveram o Seminário Regional da Cultura do Morango.

“O evento contribui com parcerias e união de forças para a cadeia produtiva. Além disto, é fundamental para proporcionar a busca de informação e atualização do conhecimento”, destacou o técnico de campo Lucas Beraldo.

Durante o seminário, o gerente de agronegócios Caio Coimbra explicou sobre a importância da rastreabilidade vegetal, uma instrução normativa conjunta do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que define os procedimentos para aplicação da rastreabilidade ao longo da cadeia produtiva dos produtos vegetais frescos destinados à alimentação humana, para fins de monitoramento e controle de defensivos agrícolas em todo território nacional.

“A rastreabilidade já é utilizada em todo o mundo e, no Brasil, veio para ficar. Ela oferece mais segurança alimentar ao consumidor e, para o produtor, melhor qualidade gerando, consequentemente, mais oportunidades de negócios”, explicou o gerente. 

Minas Gerais é o responsável por mais da metade da produção nacional de morango. Neste ano, a colheita superou 140 mil toneladas. Ao todo, 100 produtores rurais da região, que é considerada polo nacional na produção da fruta, participaram do seminário.

“Em apenas dois dias de inscrição, esgotamos todas as vagas disponíveis. Tivemos uma ótima adesão. Gostaria de destacar a importância para o evento da participação e apoio dos técnicos de campo do Sistema Faemg Senar, Thaynara Peixoto, Lucas Beraldo e Geisla da Veiga Porfírio. Além disto, o coffee break e o coquetel do evento foram feitos por ex-alunos do Senar dos cursos de Salgados e Doces e Produção Artesanal de Alimentos. Queria agradecer as prefeituras de Tocos do Moji, Congonhal e Senador Amaral por disponibilizarem o transporte para nós”, disse a mobilizadora do Sistema Faemg Senar em Pouso Alegre, Angelita Cruz da Silva.

De acordo com a técnica de campo Thaynara Peixoto, os representantes da cadeia do morango no Sul de Minas estavam bastante animados para receber conhecimento e estreitar o laço com o Sistema Faemg Senar. “Este será o primeiro de muitos encontros com os produtores do setor”, disse.

Temas abordados

Durante o evento, o gerente do Escritório Regional do Sistema Faemg Senar em Varginha, Caio Oliveira, agradeceu a presença dos produtores rurais e explicou que o objetivo é desenvolver o projeto relacionado à cultura do morango com o apoio da Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) Fruticultura.

“A cultura do morango possui uma importância econômica representativa, distribuída em vários estados, sendo Minas Gerais um dos principais produtores. O seminário é importante para mostrar que é possível implementar técnicas para melhorar e incentivar a produção e a qualidade do morango, levando mais conhecimento e profissionalismo, assim como fazemos também em outras cadeias produtivas nos nossos grupos do Programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) Fruticultura”, afirmou o gerente regional do Sistema Faemg em Varginha, Caio Oliveira.

Durante o evento, foram proferidas palestras sobre “Comercialização”, “Empreendedorismo”, “Cooperativismo e Associativismo”, “Rastreabilidade (INC 02 2019) e ações Faemg”, “Cultura do Morango” e “Plataforma Agritrace e cases de sucesso Brasil afora”.

A cultura do morango exerce forte influência e importância para muitas famílias não só em Pouso Alegre, como em Bom Repouso, Tocos do Mogi e outros municípios do Sul de Minas. Uma região bem característica dessa produção, alavancando emprego e renda no campo.