Conheça a FAEMG

A FAEMG (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais) defende os interesses dos produtores rurais do estado.

Crédito Rural

Veja informações sobre os financiamentos destinados aos produtores rurais, cooperativas ou associações para fomentar a produção e comercialização de produtos agropecuários.

Meio Ambiente

Acesse informações técnicas sobre a gestão ambiental na atividade agropecuária em Minas Gerais.

Informações Jurídicas

Acesse os documentos disponibilizados pela Assessoria Jurídica para auxiliar os produtores rurais.

Contribuição Sindical
Leiloeiros Rurais

Veja todas as informações sobre os leiloeiros rurais do estado de Minas Gerais.

Compartilhe

Capacitação de novos instrutores de volta à Viçosa

INSTRUTORES
ESCRITO POR LÍLIAN MOURA, DE VIÇOSA
28/10/2022 . SISTEMA FAEMG, SINDICATOS, SENAR

Após dois anos sendo realizada em Belo Horizonte por conta da pandemia de covid-19, a terceira etapa da capacitação de novos instrutores para o Senar Minas voltou a acontecer em Viçosa, no campus da Universidade Federal de Viçosa (UFV). O objetivo do encontro é prepará-los para atuar nos cursos e programas do Senar oferecidos em todo o estado.

Turma de candidatos a instrutores

A turma de 18 profissionais teve cinco dias de treinamento conduzido pela gerente Pedagógica do Sistema Faemg Senar, Cristiane Trigueiro, com apoio da analista Marília Saraiva.  Os candidatos são das áreas de Piscicultura, Fruticultura, Cafeicultura, Bovinocultura, Equideocultura, Caprinocultura, Cria e Recria de Bezerras, Boas Práticas de Fabricação de Lácteos, Máquinas Florestais, Máquinas Pesadas, Caldeira, Comercialização de Cafés e Recuperação de Pastagens. 

Momentos teóricos e práticos marcam o processo e Cristiane destaca que a formação é essencial para que, além das suas áreas de conhecimento, os candidatos saibam mais sobre didática. “No evento eles aprendem como se portar como instrutor, a entender as especificidades do público que nós atendemos e a como construir o ensino-aprendizado com a população do campo”.

Microaulas

Conteúdo

A capacitação inclui o ensino da metodologia usada pelo Senar, a construção dos planos instrucionais, apresentação das normas de instrutoria e sistemas e documentação e a aplicação dos métodos aprendidos em microaulas.

As microaulas são um momento de destaque da capacitação e diversos profissionais usaram o campus da UFV para concluir a tarefa na prática, como a engenheira agrícola e ambiental de Montes Claros, Lud Milla Melucio Guedes. Ela, que pretende atuar na fruticultura, usou pés de figo para a sua aula prática.

Lud Milla Guedes

Para ela, o ambiente deu segurança e mais proximidade com a realidade em campo. “Tenho afinidade e vontade de estar mais próxima do produtor rural levando conhecimento atualizado e tecnologia que proporcionem melhor atuação e melhoria da qualidade de vida das pessoas. “Essa capacitação é imprescindível para a atuação como instrutora através de uma metodologia ativa com técnicas e recursos necessários ao ensino-aprendizagem dos participantes”, comentou.

Profissionais aprovam treinamento

Graduado em Ciência e Tecnologia de Laticínios, Rodrigo Cipriani Ferreira, de São João del Rei, acredita que atuar como instrutor no Sistema Faemg Senar é uma maneira de devolver à sociedade o conhecimento adquirido na universidade pública. Ele contou que ir a campo com a excelência do Senar é um desejo antigo que está se tornando realidade.

Rodrigo Cipriani

“Desde que comecei minha carreira técnica no colégio agrícola de Barbacena tinha vontade de dar aulas e, quando conheci o Senar, achei muito interessante o método de ensino na zona rural, levando aos produtores o conhecimento que aprendemos nas salas de aula de forma dinâmica.

Com a capacitação metodológica estamos conseguindo acumular uma bagagem de cultura e troca de conhecimento com outras áreas que é muito enriquecedora. Nesse momento damos início ao processo de formação para saber ensinar como o Senar quer ensinar”.

O zootecnista e ferrageador de cavalos Irineu Fernandes já é instrutor do Senar Rio de Janeiro, mas decidiu tentar o credenciamento no Senar Minas por morar próximo à divisa entre os dois estados. Para ele, a capacitação foi uma oportunidade de “rever conceitos e me atualizar com novas técnicas. Já levarei esse conhecimento para aplicar no Senar do Rio e fico na torcida para me credenciar e poder, em breve, dividir conhecimento da área que eu trabalho também com o produtor mineiro”.

Irineu Fernandes

A zootecnista e técnica em Agropecuária Lídia Garcia é de Inconfidentes, no Sul de Minas, e quer atuar no Senar na área de Equideocultura. Ela contou que atua com equoterapia, e isso a aproximou do trabalho com as pessoas e do desejo de ser instrutora.

"Gosto de ensinar e aprender com as pessoas e faço isso com paciência e muito amor. Já fiz diversos cursos do Senar e a instituição é uma inspiração para a minha carreira. A metodologia do Senar Minas pensa muito no outro, e na ideia de aprender fazendo. Estou muito feliz por participar desse processo seletivo. Essa semana foi de muito amadurecimento profissional”.

Lídia também lembrou que há um movimento de retorno à zona rural e que pretende auxiliar os pequenos produtores a se desenvolverem por meio dos cursos do Sistema Faemg Senar. “Esses produtores precisam adquirir conhecimento e, com o Senar Minas proporcionando isso gratuitamente, eles conseguem produzir mais rápido e com mais qualidade”.

Lídia Garcia

Resultado

Os participantes receberão o resultado dessa etapa em até 15 dias. Os aprovados estarão aptos para participar das últimas etapas, que incluem estágio, credenciamento e supervisão.