Conheça o SENAR

O SENAR MINAS (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Administração Regional de Minas Gerais) é responsável pela capacitação profissional e promoção social do produtor, do trabalhador rural e seus familiares.

Cursos

O SENAR MINAS oferece mais de 300 cursos nas áreas de Formação Profissional Rural e Promoção Social, gratuitos e voltados para capacitação e qualidade de vida do produtor e trabalhador rural e suas famílias.

Instrutor Mobilizador Licitações
Compartilhe

Técnico de campo e cafeicultores celebram prêmios

CUPPING ATEG CAFÉ+FORTE
ESCRITO POR JULIANA FIDELIS, DE UBERABA
29/11/2022 . SISTEMA FAEMG, SENAR, FAEMG

Comemoração em dose dupla no Alto Paranaíba com o resultado do 6º Cupping de Cafés Especiais do Programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) Café+Forte, do Sistema Faemg Senar. O produtor Gaspar dos Reis Nunes, do município de Pratinha, e o seu técnico de campo, Bruno Hércules Alves da Cruz, foram destaques na premiação, durante a Semana Internacional do Café (SIC), em Belo Horizonte.

O produtor Gaspar e o técnico de campo Bruno Hércules foram premiados no 6º Cupping

Atuando como técnico de campo do Sistema há pouco mais de dois anos, o engenheiro agrônomo Bruno Hércules foi premiado na categoria “Profissionais de Destaque”. Formado pelo Instituto Federal de Minas Gerais de Bambuí e com pós-graduação em Proteção de Plantas pela Universidade Federal de Viçosa, ele assiste produtores na região de Campos Altos. “Foi uma grata surpresa e que mostra o resultado do trabalho sério que estamos desenvolvendo junto aos produtores”.

O técnico de campo também comemora a premiação do produtor Gaspar Nunes, que ficou em 3º lugar na Categoria Natural, na região do Cerrado Mineiro. “É um produtor que tem uma visão para o café especial e já fez vários cursos do Senar. Ele vem se dedicando muito ao longo dos anos e é assistido pelo ATeG Café+Forte desde julho de 2020”, afirmou.

O técnico de campo Bruno Hércules na premiação, com o presidente da CNA, João Martins (à esq.),
e o presidente do Sistema Faemg Senar, Antônio de Salvo (à dir.)

Com uma área de 80 hectares, atualmente o cafeicultor tem uma média de 49 sacas por hectare, com tendência de crescimento da produtividade. “Um dos pontos importantes foi a economia de insumos. Com as orientações, o produtor chegou a economizar cerca de 30% em uma aplicação, conseguindo uma expressiva redução de custo, com o mesmo resultado”, completou.

Para Gaspar, o resultado do Cupping foi surpreendente. “Eu realmente não esperava, foi a primeira vez que participei deste concurso. Foi bom demais ser premiado e ainda ver o trabalho do técnico de campo ser reconhecido”, destacou.

Inspiração na família

O 6º Cupping de Cafés Especiais do ATeG Café+Forte também premiou o cafeicultor Guilherme Carneiro Corrêa, de Araxá, que conquistou o segundo lugar na Categoria Natural no Cerrado Mineiro. Ele se inscreveu pela primeira vez no concurso, inspirado pelo resultado da edição do ano passado, que premiou o seu tio José Adilson Cândido Correa.

O produtor Guilherme Carneiro Corrêa e a técnica de campo Camila Feder do Valle Dümpel

“Eu já tinha participado de outros concursos e sabia que tinha potencial. A premiação do meu tio foi um incentivo e resolvi arriscar. Achei bom demais o resultado. Quero agradecer ao ATeG, que me ajudou. As orientações técnicas são muito importantes para alcançar os resultados e manter a produtividade. Agora quero participar mais e torcer para ficar em primeiro lugar”.

A técnica de campo Camila Feder do Valle Dümpel destacou que o produtor trabalha com muito esforço para conciliar emprego fixo e os tratos exigidos pela lavoura. “Ele possui uma área arrendada de 2,5 hectares, onde desenvolvemos o plantio de barreira de vento, circundando toda a lavoura com feijão guandu para reduzir incidências de doenças ocasionadas por ventos frios. Outro diferencial foi o uso de adubação pesada de origem orgânica, que contribuiu para que ele fosse destaque em produtividade no grupo, mantendo uma média de 43,42 sacas/ha nas últimas três safras”, explicou.

O gerente regional do Sistema Faemg Senar em Uberaba, Ricardo Tuller, destacou que o concurso valoriza o trabalho dos produtores e das equipes técnicas. “Tivemos 1.651 amostras de café nesta edição do Cupping, uma prova de que nossos cafeicultores estão buscando melhorar a qualidade do seu produto, seguindo as orientações dos técnicos de campo”.