Compartilhe

Encontro inédito para cafeicultoras de São Domingos das Dores

MULHERES EMPREENDEDORAS
ESCRITO POR DIEGO SOUZA, DE GOVERNADOR VALADARES
12/08/2022 . SISTEMA FAEMG, INAES, FAEMG

Valorizar e dar visibilidade ao trabalho feminino no mercado cafeeiro no Leste de Minas Gerais. Este foi um dos grandes objetivos do 1º Conexão Mulheres do Café, evento realizado nesta sexta-feira (12), na Fazenda Samambaya, na zona rural do município de São Domingos das Dores. Silvana Novais, responsável pelos programas Novo Agro 4.0, Inovação, FAEMG Mulher e FAEMG Jovem, do Sistema FAEMG, esteve presente e ministrou uma palestra.

Silvana Novais

“Aproveitamos esse momento único para falar das ações que o Sistema FAEMG desenvolve, dos treinamentos, dos cursos presenciais e do EaD (Ensino a Distância), e, especialmente do novo formato que o Sistema está trazendo, com a criação do FAEMG Mulher e o FAEMG Jovem. E deixamos bem claro que estamos à disposição para ajudar essas produtoras no que elas precisarem, seja na sua organização, na formação de lideranças, no posicionamento delas em relação ao mercado, à gestão e, ainda, no desenvolvimento profissional e pessoal delas. Foi uma experiência riquíssima e estão todas de parabéns pela iniciativa”, elogiou Silvana.

Cerca de 130 mulheres de São Domingos das Dores e região participaram do evento, que teve como uma das idealizadoras Vera Quintanilha. Ela é sócia-administradora da Fazenda Samambaya junto com os irmãos, e há três anos produz cafés especiais. Em busca da união e do desenvolvimento das cafeicultoras da região, ela teve a ideia de promover o 1º encontro Conexão Mulheres do Café.

Mulheres elogiaram a programação do evento

Apoio para empreender

“Víamos que muitas mulheres tinham vontade de produzir, mas geralmente não encontravam apoio. Mesmo assim, percebíamos que, aqui em São Domingos, as mulheres estavam investindo para produzir cafés especiais. Diante disso, o que a gente espera a partir desse encontro é realmente a união e o desenvolvimento das mulheres na cafeicultura. Tivemos um apoio técnico por meio das palestras no evento com pessoas renomadas na cadeia da cafeicultura, e só temos a agradecer a todas as palestrantes e participantes”, disse Vera.

Maria de Lourdes, produtora do café Quatro Amores, também participou do encontro e fez questão de agradecer pelas oportunidades e pelas capacitações promovidas pelo Sistema FAEMG.

“Agradeci pessoalmente à Silvana Novais pelas oportunidades que o Sistema FAEMG sempre nos proporciona. Estivemos em uma situação muito complicada, sem conseguir administrar e trabalhar de forma correta na propriedade. Foi a partir da nossa participação no GQC [Programa Gestão de Qualidade em Campo] que um novo horizonte se abriu e tudo mudou na nossa gestão; passamos a produzir cafés de qualidade e hoje temos uma marca de cafés especiais, graças ao Sistema FAEMG”, agradeceu a produtora.