Conheça a FAEMG

A FAEMG (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais) defende os interesses dos produtores rurais do estado.

Crédito Rural

Veja informações sobre os financiamentos destinados aos produtores rurais, cooperativas ou associações para fomentar a produção e comercialização de produtos agropecuários.

Meio Ambiente

Acesse informações técnicas sobre a gestão ambiental na atividade agropecuária em Minas Gerais.

Informações Jurídicas

Acesse os documentos disponibilizados pela Assessoria Jurídica para auxiliar os produtores rurais.

Contribuição Sindical
Leiloeiros Rurais

Veja todas as informações sobre os leiloeiros rurais do estado de Minas Gerais.

Compartilhe

Técnico de campo e cafeicultores celebram prêmios

CUPPING ATEG CAFÉ+FORTE
ESCRITO POR JULIANA FIDELIS, DE UBERABA
29/11/2022 . SISTEMA FAEMG, SENAR, FAEMG

Comemoração em dose dupla no Alto Paranaíba com o resultado do 6º Cupping de Cafés Especiais do Programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) Café+Forte, do Sistema Faemg Senar. O produtor Gaspar dos Reis Nunes, do município de Pratinha, e o seu técnico de campo, Bruno Hércules Alves da Cruz, foram destaques na premiação, durante a Semana Internacional do Café (SIC), em Belo Horizonte.

O produtor Gaspar e o técnico de campo Bruno Hércules foram premiados no 6º Cupping

Atuando como técnico de campo do Sistema há pouco mais de dois anos, o engenheiro agrônomo Bruno Hércules foi premiado na categoria “Profissionais de Destaque”. Formado pelo Instituto Federal de Minas Gerais de Bambuí e com pós-graduação em Proteção de Plantas pela Universidade Federal de Viçosa, ele assiste produtores na região de Campos Altos. “Foi uma grata surpresa e que mostra o resultado do trabalho sério que estamos desenvolvendo junto aos produtores”.

O técnico de campo também comemora a premiação do produtor Gaspar Nunes, que ficou em 3º lugar na Categoria Natural, na região do Cerrado Mineiro. “É um produtor que tem uma visão para o café especial e já fez vários cursos do Senar. Ele vem se dedicando muito ao longo dos anos e é assistido pelo ATeG Café+Forte desde julho de 2020”, afirmou.

O técnico de campo Bruno Hércules na premiação, com o presidente da CNA, João Martins (à esq.),
e o presidente do Sistema Faemg Senar, Antônio de Salvo (à dir.)

Com uma área de 80 hectares, atualmente o cafeicultor tem uma média de 49 sacas por hectare, com tendência de crescimento da produtividade. “Um dos pontos importantes foi a economia de insumos. Com as orientações, o produtor chegou a economizar cerca de 30% em uma aplicação, conseguindo uma expressiva redução de custo, com o mesmo resultado”, completou.

Para Gaspar, o resultado do Cupping foi surpreendente. “Eu realmente não esperava, foi a primeira vez que participei deste concurso. Foi bom demais ser premiado e ainda ver o trabalho do técnico de campo ser reconhecido”, destacou.

Inspiração na família

O 6º Cupping de Cafés Especiais do ATeG Café+Forte também premiou o cafeicultor Guilherme Carneiro Corrêa, de Araxá, que conquistou o segundo lugar na Categoria Natural no Cerrado Mineiro. Ele se inscreveu pela primeira vez no concurso, inspirado pelo resultado da edição do ano passado, que premiou o seu tio José Adilson Cândido Correa.

O produtor Guilherme Carneiro Corrêa e a técnica de campo Camila Feder do Valle Dümpel

“Eu já tinha participado de outros concursos e sabia que tinha potencial. A premiação do meu tio foi um incentivo e resolvi arriscar. Achei bom demais o resultado. Quero agradecer ao ATeG, que me ajudou. As orientações técnicas são muito importantes para alcançar os resultados e manter a produtividade. Agora quero participar mais e torcer para ficar em primeiro lugar”.

A técnica de campo Camila Feder do Valle Dümpel destacou que o produtor trabalha com muito esforço para conciliar emprego fixo e os tratos exigidos pela lavoura. “Ele possui uma área arrendada de 2,5 hectares, onde desenvolvemos o plantio de barreira de vento, circundando toda a lavoura com feijão guandu para reduzir incidências de doenças ocasionadas por ventos frios. Outro diferencial foi o uso de adubação pesada de origem orgânica, que contribuiu para que ele fosse destaque em produtividade no grupo, mantendo uma média de 43,42 sacas/ha nas últimas três safras”, explicou.

O gerente regional do Sistema Faemg Senar em Uberaba, Ricardo Tuller, destacou que o concurso valoriza o trabalho dos produtores e das equipes técnicas. “Tivemos 1.651 amostras de café nesta edição do Cupping, uma prova de que nossos cafeicultores estão buscando melhorar a qualidade do seu produto, seguindo as orientações dos técnicos de campo”.