Conheça o Sistema FAEMG

O SISTEMA FAEMG (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais) defende os interesses dos produtores rurais, capacita os profissionais do campo, além de desenvolver pesquisas que fomentam o agronegócio no estado.

Agronegócio em Minas Programas
Editais

Pesquise todos os editais emitidos pelo SISTEMA FAEMG (FAEMG, SENAR, INAES e Sindicatos).

Compartilhe

Melhorias para produtores de leite

PECUÁRIA LEITEIRA
ESCRITO POR ASCOM
25/01/2022 . SISTEMA FAEMG, SINDICATOS, FAEMG

O presidente da Comissão Técnica de Pecuária de Leite do Sistema FAEMG/SENAR/INAES/Sindicatos, Jônadan Ma; Luiz Humberto Gonçalves (membro da comissão) e Cássio Vieira (integrante do Conseleite MG), participaram da primeira reunião da Comissão de Leite da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Goiás (FAEG).

“Fomos muito bem recebidos pelo presidente da FAEG, José Mário Scheneider e pelo presidente da Comissão de Leite, Vinícius Correa. Também participaram do encontro o deputado estadual (PSDB-GO), Amauri Ribeiro; o secretário de Estado da Agricultura e Pecuária de Goiás, Tiago Mendonça; diretores e vice-presidentes da FAEG”, disse Jônadan.

Ele destacou que foi possível alinhar as estratégias dos dois estados, com relação ao trabalho que está sendo construído junto às indústrias, para que seja possível ter uma previsibilidade do preço pago ao produtor. “Em Goiás, eles trabalham com o argumento de que é justo e digno que a indústria faça ao menos uma parte do pagamento na primeira quinzena. Em vez de somente no final do mês.”

O mais importante, segundo Jônadan, é que os 65 mil produtores de Goiás estão determinados a lutar por isso, cenário que os produtores do Sistema FAEMG/SENAR/INAES conhecem bem. A ideia é multiplicar a ação nos estados de Minas, Paraná, São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul que, juntos, respondem por mais de 80% da produção leiteira do Brasil.

“É um trabalho de construção da relação produtor-indústria e, quem sabe também, em breve, do varejo. O produtor precisa ter perspectivas, ainda que, às vezes negativas, do quanto vai receber e, assim, possa se programar e planejar seu negócio com muito mais êxito. Junto com a indústria, podemos construir uma pecuária muito melhor para todos.”