Compartilhe

Apoio às vítimas de enchentes na região do Vale do Mucuri

SOLIDARIEDADE
ESCRITO POR IZABELLA MACHADO, DE ARAÇUAÍ
23/12/2021 . SISTEMA FAEMG, SENAR

A destruição causada pelas enchentes na região do Vale do Mucuri mobilizou o Sistema FAEMG/SENAR/INAES/Sindicatos e o Sindicato de Produtores Rurais de Machacalis. Em parceria, as entidades promoveram seminários para divulgar informações e criaram uma rede de doações para as vítimas.

A presidente do Sindicato, Klécila Portes, conta que a ideia do seminário e o início das doações aconteceu após o compartilhamento de fotos e pedido de ajuda em um grupo de whatsapp. “Todos os sindicatos foram solidários e contamos também com o apoio do presidente do SIstema FAEMG, Antônio Pitangui de Salvo, o superintendente do SENAR MINAS, Christiano Nascif, e o gerente regional do Sistema FAEMG em Araçuaí, Luiz Rodolfo Antunes Quaresma”, relembra.

Participantes assistem a um dos seminários ofertados

Após o primeiro momento de “força tarefa”, os municípios de Machacalis, Palmópolis, Monte Formoso, Bertópolis, Santa Helena de Minas e Umburatiba receberam palestras sobre Primeiros Socorros, que abordaram especificamente a saúde no momento de pós-enchente. “Neste período, aumenta o risco de doenças infectocontagiosas, como leptospirose, hepatite A e quadros de diárreias”, ressaltou o enfermeiro e instrutor, Acácio Moreira Gonçalves.

Recuperação 

Vítima, a produtora Joelma Cássia Almeida Costa conta que a “enxurrada levou as hortas, canteiros, represas, pés de mandioca e gado”. Embora a situação não seja fácil, ela demonstra otimismo e gratidão. “Foi muita destruição mas não podemos reclamar da chuva, ela vem de Deus. Agora, eu só tenho o que agradecer pelo o que está sendo feito por nós”, disse.

A analista Cleberty Ferreira acompanhou uma das ações

O analista regional Cleberty Ferreira acompanhou pessoalmente um dia de evento e ressaltou “a preocupação do Sistema FAEMG com os produtores de todo o estado de Minas Gerais”. “Sabemos que é um momento difícil: perda na produção, interdição de estradas, destruição de casas e galpões. Estamos presentes, independente da situação”, completou o gerente regional Luiz Rodolfo.

Segundo a presidente do Sindicato de Machacalis, “novas ações estão sendo estudadas para contribuir com outros produtores e produtoras rurais que foram afetados de alguma forma pelas enchentes”.

Assista ao depoimento do produtor Deolisano Lopes de Oliveira, um dos participantes das ações do Sistema FAEMG na região: