Compartilhe

Agro Fraterno tem início em Minas com a distribuição de 250 cestas básicas na região de Barbacena

AGRO FRATERNO
ESCRITO POR ALINE FURTADO, DE JUIZ DE FORA
22/09/2021 . SISTEMA FAEMG, SENAR

Em um trabalho “muito bem orquestrado”, o Sistema FAEMG/SENAR/INAES/Sindicatos, deu um pontapé na distribuição de mais 5 mil cestas básicas a famílias rurais atingidas duramente pela crise gerada pela covid-19. Na terça-feira (21/9), foram entregues as primeiras 250 cestas das 2,5 mil destinadas à região de Barbacena. Na sequência, outras 2,5 mil serão entregues na região de Mariana. A nova ação faz parte do Programa Agro Fraterno. Mas até o fim do ano, somando às 2.070 entregues na região de Governador Valadares, o Sistema FAEMG terá entregue 7.070 cestas a famílias do campo em situação vulnerabilidade social.

O trabalho de entrega das cestas nesta nova etapa é feito em parceria com a Cruz Vermelha de Minas Gerais e com o Sindicato Rural de Barbacena. Há ainda o apoio da Prefeitura de Barbacena e da Polícia Militar de Minas Gerais. O Programa Agro Fraterno, que no estado é executado pelo Sistema FAEMG, é um movimento liderado pelo Sistema CNA/SENAR, pela Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) e pelas entidades do Instituto Pensar Agro (IPA).

Entrega em Correia de Almeida

As primeiras entregas foram feitas em Correia de Almeida, Pinheiro Grosso, Pombal e Torres, distritos de Barbacena, beneficiando 250 famílias. A distribuição continua na próxima semana e a expectativa é de que em 60 dias todas as outras cestas sejam entregues, conforme cronograma a ser definido pela Cruz Vermelha, juntamente com a Secretaria de Assistência Social dos municípios a serem atendidos.

Promoveram a entrega das cestas nesta terça-feira o gerente regional do Sistema FAEMG/SENAR/INAES em Juiz de Fora, Wander Magalhães; o supervisor regional do Sistema FAEMG/SENAR/INAES, Aluízio Guimarães Pascoal; o diretor tesoureiro do Sindicato Rural de Barbacena, Rubens Áureo Lobato Campos; a mobilizadora Iracema Costa Flisch; o coordenador do Departamento de Voluntariado da Cruz Vermelha Brasileira – Filial MG, Walter Rodrigues e voluntários da Cruz Vermelha.

Entrega em Pinheiro Grosso

“Foi um trabalho muito bem orquestrado entre as instituições envolvidas. Percebemos a gratidão dirigida ao Sistema FAEMG/SENAR/INAES e à Cruz Vermelha, pelo atendimento a uma necessidade básica e iminente em virtude do momento. Pude notar que a maioria dos beneficiados com a cesta básica está sem trabalho, sem renda. Outro ponto a ser destacado é o auxílio da PM, que, inclusive, auxiliava as pessoas no deslocamento até suas casas, levando as cestas.”

Wander Magalhães, gerente regional do Sistema FAEMG/SENAR/INAES em Juiz de Fora

“A ação foi muito boa. Percebemos que as pessoas que receberam realmente necessitavam daquelas cestas. Algumas, inclusive, nos relataram que não sabiam o que iam comer no dia seguinte. Costumo dizer que podemos entregar mil cestas, mas cada entrega tem sua particularidade.”

Walter Rodrigues, coordenador do Departamento de Voluntariado da Cruz Vermelha Brasileira – Filial MG

Sara Paula e filhos recebendo a cesta - à direita, o gerente regional Wander Magalhães

 

AGRADECIMENTOS

“A cesta vai ajudar muito. Sou mãe solteira de três filhos, com idades de 2, 4 e 5 anos. Há pouco tempo tive um problema, precisei sair da minha casa e comecei a pagar aluguel. Como é difícil conseguir ajuda aqui, a cesta veio em um bom momento.”

Sara Paula, moradora de Correia de Almeida

“A cesta é maravilhosa! Nunca vi uma cesta tão caprichada como essa: grande e com bons produtos. Chegou para me ajudar. A pandemia fez com que muita gente começasse a passar dificuldades. Uma ajuda como essa é muito bem-vinda. Trabalho como caseira em um sítio e recebo meio salário mínimo. Vivo com dois filhos maiores, mas um está desempregado e o mais novo é técnico de som e foi afetado diretamente pela pandemia.”

Jandira Aparecida Ferreira Vale Corinto, moradora de Correia de Almeida

Dona Jandira

AÇÃO SOLIDÁRIA

A distribuição das cestas dentro do Agro Fraterno representa a continuidade da ação solidária do Sistema FAEMG, que teve início, em abril, pela Regional do Sistema FAEMG/SENAR/INAES em Governador Valadares, com a doação de 2.070 cestas. Com as novas entregas, serão distribuídas 7.070 cestas a 7.070 famílias, que deverão beneficiar mais de 30 mil pessoas.

“O Sistema FAEMG, solidário às dificuldades enfrentadas pelas famílias do campo, em decorrência da pandemia da covid-19, vai doar, até o fim do ano, 7.070 cestas básicas, totalizando 30 toneladas de alimentos. A iniciativa marca os 70 anos do Sistema FAEMG. São décadas de trabalho em prol do produtor rural. Com esta ação, o Sistema FAEMG reforça sua função social e colabora para a melhoria das condições de vida dessas 7.070 famílias rurais.”

Roberto Simões, presidente Sistema FAEMG

A moradora Renata, Wander e Walter Rodrigues, da Cruz Vermelha

CESTA RECHEADA

Cada cesta contém: 10kg de arroz tipo 1,2kg de feijão, 2kg de leite em pó, 2 latas de óleo, 1kg de farinha de trigo, 3kg de macarrão, 5kg de açúcar, 1kg fubá, 200g de achocolatado, 600g de biscoito, 1kg de café, 1,2kg de extrato de tomate, 1kg de goiabada, 1 pacote de papel higiênico, 1kg de sabão em barra, 4 sabonetes e 2 cremes dentais.