Dias
0 0 0
Horas
0 0
Minutos
0 0
Segundos
0 0
Compartilhe


Mulheres dominam cursos de defensivos agrícolas e tratores

PROTAGONISMO FEMININO
ESCRITO POR ÉLCIO FONSECA, DE PATOS DE MINAS
30/08/2023 . SISTEMA FAEMG, SINDICATOS, SENAR, FAEMG

Maria Clara Oliveira se levanta diariamente às 4h da madrugada e pega o ônibus, perto de casa, às 4h40. A cada parada, mais uma colega de trabalho embarca. Sim, é um ônibus só de mulheres. De homem, só o motorista. As colaboradoras da usina WD Agroindustrial chegam ao trabalho antes das 6h da manhã. Vestem o equipamento de proteção individual (EPI) e iniciam a jornada. Parte delas faz aplicação de defensivos nos canaviais e, outra parte, opera tratores.

O expediente na usina se estende até as 15h, mas em casa, tem mais. Depois de passar quase o dia todo em meio à cana-de-açúcar, Maria Clara ainda vai cuidar da família, da casa, da roupa suja e do jantar. “A gente sempre dá um jeitinho de arrumar tempo. É muito puxado, mas ao mesmo tempo muito gratificante. A gente aprende a dar mais valor na família e no trabalho”, avalia.

A história de Maria Clara não é única. O agronegócio tem cada vez mais participação das mulheres. Além de cuidar da vida familiar, elas acumulam jornadas de trabalho nas empresas e propriedades rurais, se destacando em diferentes etapas do processo produtivo. Em busca de sucesso profissional, o público feminino do agro busca cada vez mais aperfeiçoamento e conhecimento. E por meio da parceria entre a WD, o Sindicato dos Produtores Rurais de São Gonçalo do Abaeté e o Sistema Faemg Senar, as colaboradoras da usina estão obtendo mais oportunidades.

 

Trabalhadoras participam do curso de Operação de Tratores 

Nesta semana, 20 trabalhadoras da empresa participaram de treinamentos do Sistema Faemg Senar. A turma de Maria Clara fez o curso de Aplicação de Defensivos e a turma de Marluce Ribeiro fez o curso de Operação de Trator. Marluce é responsável por um grupo de 25 mulheres que operam trator na usina. “Me sinto honrada em liderar uma turma só de mulheres. A mulher é mais cuidadosa, mas responsável em suas atitudes e o trator exige cuidado. Os cursos agregam conhecimento e nos faz sentir mais valorizadas. Nós queremos mostrar que podemos ainda mais”.

O Engenheiro de Segurança do Trabalho da WD, Leandro Gonçalves, salienta que as mulheres são vitais para as atividades da empresa. “Com paixão, competência e resiliência, elas estão moldando o futuro do nosso setor. Nós da WD, celebramos as realizações e reconhecemos os valores e as contribuições de cada uma para o sucesso da usina. Acreditamos que o trabalho das mulheres é a base sólida que sustenta o crescimento constante da WD Agroindustrial”.

 

Treinamento do Sistema Faemg Senar de Aplicação de Defensivos 

“Ficamos muito felizes em colaborar com o desenvolvimento da WD e, principalmente, das colaboradoras da empresa. Estamos fortalecendo cada vez mais o protagonismo feminino e o agronegócio em nossa região”, ressalta a Agente de Desenvolvimento Rural do Sindicato dos Produtores Rurais de São Gonçalo do Abaeté, Vilma Silvério.

“O papel do Sistema Faemg Senar é proporcionar oportunidades e qualidade de vida às famílias rurais. As mulheres ocupam cada vez mais lugar de destaque na sociedade e no agronegócio. O trabalho desempenhado por elas contribui com o desenvolvimento do todo, por isso têm nosso total apoio e reconhecimento”, afirma o Gerente Regional do Sistema Faemg Senar, Sérgio Coelho.