Dias
0 0 0
Horas
0 0
Minutos
0 0
Segundos
0 0
Compartilhe


Marca ‘100% Nortineira’ é lançada para promover fruticultura mineira

FRUTICULTURA
ESCRITO POR RICARDO GUIMARÃES, DE MONTES CLAROS
28/03/2023 . SISTEMA FAEMG, SINDICATOS, SENAR, FAEMG

O objetivo é tornar toda essa potencialidade produtiva em melhores números e maior leque de consumidores, nos diversos mercados

Marca territorial foi lançada durante a abertura oficial do evento 


A “100% Nortineira”, marca territorial que busca potencializar e valorizar a produção regional de frutas e novos mercados consumidores, foi lançada oficialmente durante a abertura oficial da 4ª edição do Abanorte Fruit Connections. O evento é dedicado à fruticultura e acontece até o dia 30 de março em Janaúba, no Norte de Minas Gerais. 

A concepção da marca territorial envolveu um estudo longo, que ouviu diretamente os fruticultores do Norte de Minas para entender as necessidades técnicas e dificuldades comerciais enfrentadas. A região possuiu cerca de 2.500 fruticultores, divididos em vários municípios, que recebem quatro projetos de irrigação em andamento, entre eles o Projeto Jaíba, um dos maiores da América Latina. São 35 mil hectares de produção ativa, com destaque para bananas. Da região saem cerca de 8 mil toneladas de frutas, totalizando aproximadamente 100 caminhões por dia.

O objetivo é tornar toda essa potencialidade produtiva em melhores números e maior leque de consumidores, nos diversos mercados. “Foram três anos de trabalho, de debates, treinamentos, workshops, entre outros. O desafio foi o reposicionamento de todo o Norte de Minas. O que as pessoas de outros mercados consumidores acham da região está muito distante do que de fato é a realidade, com tantas riquezas. E reposicionar esse território vai além da marca, mas como as pessoas enxergam isso, para agregar valor ao que é feito. Você não compra aquilo que você não faz uma ideia boa do território. Como é consumir uma fruta produzida no Norte de Minas? Precisamos mudar mentalidade, produzir uma nova imagem da região, um diferencial que gere desejo no poder consumidor. E aqui a maior riqueza é a do povo”, explicou o CEO da empresa 2DA, que atuou na estratégia de marca do projeto “100% Nortineira”, Daniel Guimarães.

Potência produtiva

O Sistema Faemg Senar acompanhou o evento, que contou com a presença do gerente de Assistência Técnica e Gerencial e Executivo Técnico, Bruno Rocha de Melo, do gerente regional Dirceu Martins. O presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Janaúba, Huarrison Antunes Cangussu, esteve presente e representou o presidente do Sistema, Antônio Pitangui de Salvo na mesa de honra.  

Presidente do Sindicato Rural, Hurrason Cangussu, falou em nome do Sistema Faemg Senar 


“A gestão do Sistema Faemg Senar buscou, desde o início, privilegiar e atender as demandas da fruticultura de Minas Gerais, aumentando esforços em ações diversas, ajudando o produtor local a dinamizar suas ações. Esse foi um dos nossos pedidos, junto com a Abanorte, diretamente para a gestão, e fomos atendidos. Estamos mostrando que o agronegócio em Minas vai além das culturas de leite e café. Temos muita qualidade na produção de frutas. Hoje, todos nós, fruticultores, estamos mais próximos da gestão da Faemg, em constante articulação em prol do segmento, em prol do Norte de Minas”, resumiu Huarrison Cangussu em seu pronunciamento. 

Para a presidente da Abanorte e da Comissão Técnica de Fruticultura do Sistema Faemg Senar, Nilde Antunes Rodrigues Lage, este reposicionamento marca um novo ciclo econômico e produtivo para a região, com a fruticultura novamente em destaque. “O sertão norte-mineiro se reinventou várias vezes através dos seus ciclos econômicos e sabemos o quanto a agricultura irrigada revolucionou a região. Desde 2018 estamos propondo encontros com os produtores, rodas de diálogos, onde todos apresentaram sugestões para destravar o desenvolvimento da nossa atividade. Chegamos a eixos de trabalho e agora à nossa marca territorial, que é uma marca coletiva, resultado do trabalho deste grande grupo de produtores”, destaca Nilde Antunes.

Nilde Antunes, presidente da Abanorte e da Comissão de Fruticultura da Faemg, destacou trabalho realizado junto aos produtores da região 

Com a constituição da marca “100% Norteneira”, o grupo de trabalho tem buscado maior articulação junto aos governos estadual e federal em busca de mais incentivos, projetos e ações. Durante a abertura do Abanorte Fruit Connections, o secretário de agricultura, pecuária e abastecimento de Minas Gerais, Thales Almeida Pereira Fernandes, parabenizou a iniciativa regional e destacou o trabalho de parceria entre as diversas entidades do agro, como o Sistema Faemg Senar, Codevasf, Emater e outros, junto ao Governo de Minas, lembrando da evolução dos projetos de fruticultura irrigada no Norte do estado.

O Abanorte Fruit Connections segue até o próximo dia 30 de março, com palestras, mesa de debates, exposição de pesquisas, feira de negócios e exposição de estandes temáticos.