Conheça o SENAR

O SENAR MINAS (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Administração Regional de Minas Gerais) é responsável pela capacitação profissional e promoção social do produtor, do trabalhador rural e seus familiares.

Cursos

O SENAR MINAS oferece mais de 300 cursos nas áreas de Formação Profissional Rural e Promoção Social, gratuitos e voltados para capacitação e qualidade de vida do produtor e trabalhador rural e suas famílias.

Instrutor Mobilizador Licitações Transparência e Prestação de Contas Centro Exc. Cafeicultura
Compartilhe


Produtores conhecem 16 novas cultivares de café em Dia de Campo

DIA DE CAMPO
ESCRITO POR LÍLIAN MOURA, DE VIÇOSA
16/04/2024 . SISTEMA FAEMG, SINDICATOS, SENAR

Oitenta cafeicultores e técnicos de campo de Raul Soares e Vermelho Novo, na região das Matas de Minas, conheceram 16 novas cultivares de café em um Dia de Campo realizado pelo Sistema Faemg Senar e Sindicato dos Produtores Rurais de Raul Soares, em parceria com a Embrapa e a Epamig.

80 produtores participaram do evento

Na ocasião, eles viram de perto os primeiros resultados dos projetos de validação de novas plantas para a região conduzido pelas duas instituições de pesquisa. As informações foram apresentadas pelos pesquisadores Gladyston Carvalho e Vinícius Andrade, da Epamig, e Guilherme Abreu e André Dominghetti, da Embrapa Café.

Já a técnica de campo do Programa de Assistência Técnica e Gerencial - ATeG Café+Forte, Kênia Barbosa, que acompanhou a implantação e desenvolvimento das lavouras, falou aos participantes sobre os tratos culturais e manejos utilizados desde o plantio até agora.

Projeto pretende aumentar produtividade de cafeicultores mineiros

Kênia destacou que é a primeira safra da área, momento oportuno para que os produtores “conheçam as cultivares, observem suas características e condições ideais para o cultivo”. Ela ainda ressaltou que a troca de experiências entre os produtores e os profissionais ajuda nas tomadas de decisão dos cafeicultores. “O conhecimento que eles agregaram pode ser colocado em prática nas suas propriedades”, reforçou.

Cafeicultor há 30 anos, Edmar Gonçalves faz parte do grupo de ATeG assistido pela técnica e salientou que o evento complementou o que ele já aprende e realiza com auxílio do programa. “O que achei mais interessante no evento foi como eles conduziram o dia de campo, ensinando a gente a escolher. Muitas vezes a escolha não deve ser pela cultivar que produz mais, mas aquela que se adapta à região e ao clima da gente”, comentou.

Dia de Campo em Vermelho Novo apresentou 16 novas cultuvares aos produtores

Sobre o projeto

Estão sendo avaliadas cultivares desenvolvidas por diferentes instituições participantes do Consórcio Pesquisa Café, coordenado pela Embrapa. São elas: Catiguá MG2; MGS Paraíso 2; MGS Catucaí Pioneira; MGS Ametista; MGS Aranãs; H-29-1-8-5; MGS Turmalina; Obatã Amarelo IAC 4739; IAC 125RN; IPR 100; IPR 103; Acauã Novo; Arara; Catucaí 2SL; e Guará.

As unidades demonstrativas estão implantadas no Norte, Noroeste, Oeste, Centro-Oeste e Sul de MG; no Campo das Vertentes; na Zona da Mata; no Vale do Jequitinhonha; no Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, num total de 39 experimentos. Neste semestre ainda serão realizados oito dias de campo com apresentação dos resultados em diversas regiões do estado.

Dia de campo aconteceu em parceria com a Embrapa Café e a Epamig