Conheça o SENAR

O SENAR MINAS (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Administração Regional de Minas Gerais) é responsável pela capacitação profissional e promoção social do produtor, do trabalhador rural e seus familiares.

Cursos

O SENAR MINAS oferece mais de 300 cursos nas áreas de Formação Profissional Rural e Promoção Social, gratuitos e voltados para capacitação e qualidade de vida do produtor e trabalhador rural e suas famílias.

Instrutor Mobilizador Licitações Transparência e Prestação de Contas Centro Exc. Cafeicultura
Compartilhe


Ouro Fino amplia mobilização em defesa da pecuária de leite

MINAS GRITA PELO LEITE
ESCRITO POR KAROLINE SABINO, DE VARGINHA
10/05/2024 . SISTEMA FAEMG, SINDICATOS, SENAR, INAES, FAEMG

Em resposta aos desafios enfrentados pelos produtores de leite devido às importações desenfreadas de leite em pó de países do Mercosul, em especial da Argentina e do Uruguai, o Sindicato Rural de Ouro Fino organizou uma extensão do movimento "Minas Grita pelo Leite" esta semana. A iniciativa, liderada pela Federação da Agricultura e Pecuária de Minas Gerais (Faemg), conquistou resultados positivos para o setor, e tem ganhado força em regiões rurais, destacando a urgência de proteção da pecuária leiteira nacional. O evento contou com a presença de 60 pessoas, incluindo produtores, os presidentes dos Sindicatos Rurais de Ouro Fino, Borda da Mata e Monte Sião, representantes de empresas do setor lácteo e autoridades.

O gerente regional do Sistema Faemg Senar em Varginha, Caio Oliveira, destacou a importância do movimento para engajar mais produtores que não puderam se deslocar até a capital para a mobilização ocorrida em março de 2024, além de mostrar o compromisso contínuo em buscar soluções para os produtores da região.

“Durante nosso encontro com os produtores, discutimos a situação atual da bovinocultura de leite e abordamos o evento 'Minas Grita pelo Leite', realizado em Belo Horizonte. Apresentamos as principais pautas que o Sistema Faemg Senar está desenvolvendo para aprimorar este setor no mercado. Além disso, compartilhamos as medidas que estão sendo implementadas após o movimento e destacamos a importância da profissionalização para aumentar a eficiência na produção de leite”, explicou Caio.

O gerente do Sistema Faemg Senar em Varginha, Caio Oliveira, apresentou , em Ouro Fino, as iniciativas e estratégias do movimento ‘Minas Grita pelo Leite’.

As medidas recentes adotadas pelo Governo Federal, como a suspensão do diferimento do ICMS na comercialização de leite em pó importado e a ampliação da fiscalização para estimular a utilização de leite in natura brasileiro, foram discutidas como vitórias significativas para o setor. Essas ações são parte de um esforço maior para proteger os produtores de práticas desleais de comércio e garantir a sustentabilidade da pecuária leiteira em Minas Gerais.

O presidente do Sindicato Rural de Ouro Fino, Alexandre Lopes Moreira, destacou que o objetivo do movimento no município é ampliar a conscientização e a união dos produtores locais frente aos desafios impostos pelo mercado, além de fortalecer a voz dos pecuaristas na luta por políticas mais justas e equitativas para o setor.

“O evento foi de grande relevância, pois aqui na região a gente também tem sofrido bastante com a situação do leite. Depois da mobilização em Belo Horizonte, o leite deu uma reagida, acho que é bem expressivo e positivo para que o pecuarista se sinta mais motivado para continuar com sua atividade na zona rural”, destacou.

Encontro reuniu mais de 60 pessoas, entre produtores, representantes de empresas do setor lácteo e autoridades.

O produtor de leite Éder Pereira, de Borda da Mata, destacou que a presença das empresas compradoras de leite e seus derivados foi significativa, ressaltando o impacto positivo dessa interação para o setor. “É fundamental que elas entendam que o produtor é importante e que, sem a devida valorização, a categoria pode ser extinta. No futuro, eles vão ficar sem matéria-prima para poder fabricar seus produtos. Vão ter que importar tudo de fora ou criar alternativas”, disse.

 Minas Grita pelo Leite

Movimento ‘Minas Grita pelo Leite’, organizada pela Federação da Agricultura e Pecuária de Minas Gerais (Faemg), em Belo Horizonte

Mais de 7.000 produtores de leite se reuniram para reivindicar o fim das importações de leite em pó do Mercosul e exigir medidas emergenciais para salvaguardar o segmento leiteiro de Minas Gerais e do Brasil. O movimento ocorreu em março de 2024, no Expominas, em Belo Horizonte, e contou com o apoio da CNA, sindicatos rurais, cooperativas e mais de 80 autoridades dos poderes Executivo e Legislativo.