Conheça o SENAR

O SENAR MINAS (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Administração Regional de Minas Gerais) é responsável pela capacitação profissional e promoção social do produtor, do trabalhador rural e seus familiares.

Cursos

O SENAR MINAS oferece mais de 300 cursos nas áreas de Formação Profissional Rural e Promoção Social, gratuitos e voltados para capacitação e qualidade de vida do produtor e trabalhador rural e suas famílias.

Instrutor Mobilizador Licitações Transparência e Prestação de Contas Centro Exc. Cafeicultura
Compartilhe


Drone tem usos na agricultura e no turismo rural

TECNOLOGIA
ESCRITO POR GISELE NISHIYAMA, DE VARGINHA
21/12/2022 . SISTEMA FAEMG, SINDICATOS, SENAR

O Sindicato dos Produtores Rurais de Maria da Fé realizou, nesta semana, o curso “Trabalhador da Mecanização Agrícola / Drone (Asa Rotativa)”. No Brasil, embora os primeiros relatos de sua utilização datem da década de 80, o manuseio do drone ainda é uma novidade para vários produtores rurais que procuram o treinamento do Sistema Faemg Senar.

Instrutor do curso, Samuel Mangia, com os alunos, ministrando a parte teórica do curso

“O drone é um equipamento que pode oferecer as mais variadas aplicabilidades. Na agropecuária pode ser utilizada como uma tecnologia de precisão para facilitar a vida dos produtores e reduzir custos, por exemplo”, disse o gerente do Escritório Regional do Sistema Faemg Senar em Varginha, Caio Oliveira.

Pulverização de lavouras

No curso, apenas um participante já havia utilizado o drone. Para todos os outros, foi o primeiro contato, conforme contou o instrutor Samuel Paiva Mangia. “Tenho um aluno que deseja adquirir o drone para fazer mapeamento e medição de terreno, mas a maioria pensa em utilizá-lo para a pulverização de lavouras, seja para si ou para prestar serviços. Tem um produtor com família no interior de São Paulo que pretende montar uma empresa de serviços de pulverização para plantações de cana-de-açúcar e cereais”, contou o instrutor.

Turismo Rural

O uso do drone hoje é tão amplo que os alunos apontaram utilidades inclusive para divulgação do turismo rural. “Na região de Maria da Fé, devido à produção de azeite, está aumentando muito o turismo rural. Com isso, os alunos já vislumbram trabalhar com o drone também para fazer filmagens, divulgar pousadas e plantações da região”, afirma o mobilizador do Sindicato dos Produtores Rurais de Maria da Fé, Flávio Oliveira.