Compartilhe


Premiação ATeG Café+Forte é destaque

SEMANA INTERNACIONAL DO CAFÉ
ESCRITO POR FERNANDA TEIXEIRA, JANAÍNA ROCHIDO E WESLEY VIEIRA, ASCOM
17/11/2022 . SISTEMA FAEMG, SINDICATOS, SENAR, INAES

 

Surpresa, emoção e a satisfação por um trabalho bem-feito: esse é o resumo da premiação do 6º Cupping de Cafés Especiais do Programa de Assistência Técnica e Gerencial – ATeG Café+Forte, do Sistema Faemg Senar, realizado nesta quinta-feira (17/11), durante a Semana Internacional do Café (SIC). O segundo dia da feira ainda reuniu no Expominas, em Belo Horizonte, a diretoria da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária (CNA) e recebeu a visita do governador de Minas Gerais, Romeu Zema.

Excelência

Considerado um dos maiores do Brasil, o cupping do Programa ATeG valoriza o trabalho de produtores e equipes técnicas, faz o mapeamento da qualidade dos grãos e promove o reconhecimento do potencial dos cafés mineiros.

Com um auditório lotado por mais de 1.200 pessoas, a solenidade premiou os cafeicultores mais bem colocados no concurso de qualidade, os técnicos de campo e os supervisores com melhor desempenho em cada região. O Sul de Minas foi destaque entre os grandes campeões, levando dois dos três troféus. Neste ano, o concurso recebeu 1.651 amostras de café, que foram analisadas em quatro municípios diferentes. Clique aqui e veja o e-book com a lista completa dos vencedores! 

Durante a abertura, o presidente do Sistema Faemg Senar, Antônio de Salvo, falou sobre a importância da união com a CNA. “Precisamos estar juntos para continuar avançando e ajudando o produtor rural a fazer o que ele sabe: produzir, gerar riquezas de forma sustentável e manter a garantia dos alimentos na mesa de milhares de pessoas em todo o mundo”. Ele destacou a relevância do concurso, que recebeu um número de amostras 920% superior à primeira edição realizada em 2017, demonstrando o aumento do interesse dos produtores rurais pela premiação.

O diretor-geral do Senar, Daniel Carrara, destacou a assistência técnica na cadeia do café e parabenizou os técnicos de campo. “Tanto a administração central quanto a CNA têm técnicos de excelência. Então, muito obrigado pela dedicação e profissionalismo de vocês! E obrigado ao produtor que acreditou em nosso projeto e hoje está colhendo os frutos”.

A diretora de Assistência Técnica e Gerencial do Senar, Andrea Barbosa, reforçou como o trabalho do ATeG transforma realidades, com impactos positivos que vão para além das propriedades. “O início da assistência técnica e gerencial foi um divisor de águas para o Senar. Foi um ato de coragem da diretoria e da atual presidência introduzir ações de longa duração que transformam vidas e deixam um legado para o produtor rural”.

O presidente da CNA, João Martins, encerrou a cerimônia dizendo que o Brasil precisa de ações que melhorem a vida do produtor rural para ele melhorar a realidade brasileira. “Me sinto honrado por ter feito a grande transformação de implantar no Senar a mudança estatutária e com ela promover a assistência técnica".

Premiação

A vencedora do prêmio especial Melhores de Minas foi Liane Hineraski, de Olímpio de Noronha, na região Sul do estado. Ela avalia que a participação e vitória no concurso abrirão portas no mercado nacional e internacional. “Fiquei muito emocionada porque esse prêmio dá visibilidade ao produtor para comercializar o café, principalmente diante do cenário atual em que os preços estão cada dia mais baixos. A iniciativa nos ajuda a mostrar para o Brasil e para o mundo que produzimos cafés de qualidade”, comemora.  

Neste ano, a cerimônia prestou homenagem especial à Federação dos Cafeicultores do Cerrado. O presidente do Sistema Faemg Senar entregou ao produtor Gláucio Castro uma placa em reconhecimento ao trabalho pela melhoria da qualidade dos grãos da região. Outra novidade foi o anúncio da obtenção da ISO 9001 para o Programa ATeG, certificação de excelência na prestação de serviços de assistência técnica e gerencial ao produtor.

“O ponto principal desse concurso é criar uma oportunidade para o produtor conhecer o que ele tem em mãos e saber o seu real valor para comercializá-lo de forma mais justa. A partir do momento em que eles entram no nosso concurso, recebem um laudo técnico mostrando a pontuação e características do seu café. A partir disso, ele pode vender melhor, resultando em mais sustentabilidade para o seu negócio”, explicou o gerente executivo técnico do Sistema Faemg Senar, Bruno Rocha de Melo.

Os cafés selecionados no Cupping de Cafés Especiais do Programa ATeG Café+Forte também estavam disponíveis para prova na sala Cupping & Negócios e no estande CNA Faemg Senar, que neste ano ganhou sua própria sala de degustação.

Sistema Faemg Senar na SIC

O estande do Sistema Faemg Senar conta com a parceria da CNA. Outros espaços são o Empório Sistema Faemg, o Espaço Inovação e a Faemg Digital, que apresentam aos produtores soluções em serviços e tecnologia para facilitar o trabalho nas propriedades.

“Essa é uma festa maravilhosa, com a presença maciça dos produtores rurais, técnicos e produtores atendidos pelo ATeG do Sistema Faemg Senar. É muito bom ver tanta gente participando e prestigiando os estandes”, celebrou o vice-presidente de Finanças do Sistema Faemg Senar, Renato Laguardia.

“É um momento de coroação dos resultados e interação entre os nossos produtores rurais e técnicos do ATeG. Também proporciona oportunidade para quem deseja fazer bons negócios com maior valor agregado. Para o produtor, o resultado é mais renda e lucratividade para que possa produzir com mais qualidade”, destacou o vice-presidente de Secretaria, Ebinho Bernardes.

Apoio ao cafeicultor

Em visita à SIC, o governador Romeu Zema reforçou o potencial turístico do evento, que reúne, em um mesmo local, pessoas de várias regiões do país. “Estamos mostrando que Minas Gerais, o maior estado produtor de cafés do Brasil, tem condições de atender a todos os clientes que querem comprar café, da commodity aos produtos especiais. Temos trabalhado junto com a Faemg, que é uma grande parceira, fazendo todo o possível para dar apoio ao produtor de café”, salientou.

Sustentabilidade

O superintendente do Senar Minas e diretor técnico do Sistema Faemg Senar, Christiano Nascif, foi um dos moderadores da palestra “Eficiência na utilização dos recursos naturais: o que podemos mostrar ao mundo e o que devemos aprender”.

O debate sintetizou o que há de mais moderno e prático na agricultura sustentável. Foram abordados temas da agricultura regenerativa, uso de energia limpa, uso racional de água, biogás e outros exemplos que mostram que existem soluções para uma agricultura de carbono reduzido em um país tropical como o Brasil.

“Temos várias práticas em propriedades rurais e cooperativas de sucesso que têm mudado a vida das pessoas e a região do entorno, tanto na parte ambiental e social quanto na econômica”, avaliou.

Segundo Nascif, para que mais produtores adotem um sistema de produção mais sustentável, é preciso ter profissionais preparados para difundir essas técnicas. “O que gera transformação é ver o resultado do trabalho, mas se o produtor faz isso tudo e não é renumerado fica desestimulado. Mudar a forma de agir e a forma de produzir demanda esforço”.

Semana Internacional do Café

A SIC vai até amanhã (18/11) no Expominas, em Belo Horizonte, na Avenida Amazonas, 6.200 – bairro Gameleira. Para mais informações e credenciamento, visite www.semanainternacionaldocafe.com.br .

}