Conheça a FAEMG

A FAEMG (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais) defende os interesses dos produtores rurais do estado.

Crédito Rural

Veja informações sobre os financiamentos destinados aos produtores rurais, cooperativas ou associações para fomentar a produção e comercialização de produtos agropecuários.

Informações Jurídicas

Acesse os documentos disponibilizados pela Assessoria Jurídica para auxiliar os produtores rurais.

Contribuição Sindical
Leiloeiros Rurais

Veja todas as informações sobre os leiloeiros rurais do estado de Minas Gerais.

Compartilhe


Previsão de recorde para a safra mineira de cana-de-açúcar

CANA-DE-AÇÚCAR
ESCRITO POR JULIANA FIDELIS, DE UBERABA
29/04/2023 . SISTEMA FAEMG, SINDICATOS, SENAR, INAES, FAEMG

Evento de abertura da colheita da cana-de-açúcar foi realizado em Uberaba 

 

Minas Gerais tem previsão de produzir 72 milhões de toneladas de cana-de-açúcar na safra 2023/2024, de acordo com a Associação das Indústrias Sucroenergéticas de Minas Gerais – SIAMIG. A perspectiva foi anunciada na Abertura da Safra Mineira de Açúcar e Etanol, realizada na tarde desta sexta-feira (28/04), na Fazenda Santa Vitória, em Uberaba, na região do Triângulo Mineiro. O presidente do Sistema Faemg Senar, Antônio de Salvo, marcou presença no evento, que é promovido pela Companhia Mineira de Açúcar e Álcool – CMAA e pela SIAMIG. A abertura contou com a participação do ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira.

O presidente da SIAMIG, Mário Campos Filho, destacou que o volume de produção de cana-de-açúcar em 2023/2024 deve ser o maior da história de Minas Gerais, superando em 6% o registrado na safra passada “A expectativa é ultrapassar a marca de 72 milhões de toneladas. Quanto ao açúcar, é provável que consigamos chegar bem perto do recorde de produção em Minas, cerca de 4,7/4,8 milhões de toneladas de açúcar e voltaremos a produzir acima de 3 bilhões de litros de etanol, uma produção considerável para o estado”, afirmou.

Antônio de Salvo com gerente regional Ricardo Tuller, o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Uberaba, Marco Túlio Prata, e o diretor Rafael Mendes

Anfitrião do evento, o presidente do Conselho da CMAA, José Francisco dos Santos, contou a história de sucesso do grupo, que atualmente possui três unidades, todas localizadas no Triângulo Mineiro e com processo de plantio e colheita 100% mecanizados. “É preciso que todos conheçam a cana em Minas Gerais. Nós não temos queimadas, respeitamos o meio ambiente e as nascentes. Eu fico muito feliz de ajudar o meu estado natal a crescer. Somos parceiros em 15 municípios e hoje a CMAA tem mais de 130 mil hectares de terra, sendo 55% de cana própria e 45% de fornecedores”, destacou.

Movido pelo Agro

Neste ano, o Sistema Faemg Senar lançou a campanha “Movido pelo Agro”, em parceria com a SIAMIG. A iniciativa, que marca os 20 anos do carro flex no Brasil, visa conscientizar sobre as vantagens ambientais do etanol, valorizar o setor sucroenergético e os produtores rurais, além de fortalecer toda a cadeia produtiva. Em seu discurso, o presidente da SIAMIG destacou que 2 mil carros já estão circulando com o adesivo da campanha.

Antônio de Salvo com o presidente da SIAMIG, Mário Campos, o deputado Antônio Carlos Arantes, o presidente do Sindicato de Produtores Rurais de Campo Florido, Márcio Guapo, e o gerente regional Ricardo Tuller

“O etanol é o combustível da vez, renovável e o que menos polui. O Brasil tem um papel de vanguarda, desde o Proálcool e agora com a importância da menor emissão dos gases de efeito estufa do etanol quando comparado com os combustíveis fósseis, especialmente a gasolina”, afirmou o presidente do Sistema Faemg Senar, Antônio de Salvo. Ele ainda ressaltou a parceria com a SIAMIG no programa Produtor Responsável, que tem como objetivo promover ações e atividades para o desenvolvimento sustentável e melhoria contínua de empresas do agronegócio, produtoras e fornecedoras de cana-de-açúcar, tornando-as mais sustentáveis nos aspectos socioambientais.

Nova proposta

Durante o evento, o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, anunciou a proposta de aumento do teor de etanol na gasolina, passando de 27,5% para 30%. De acordo com ele, será criado um grupo de trabalho dentro do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) para discussão da medida. “Este aumento deverá ser de maneira gradual, com previsibilidade e transparência. Vamos fazer essa avaliação técnica junto com a indústria automotiva e o setor produtivo de etanol para dar segurança aos consumidores”, afirmou.

Ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, participou do evento

O ministro também destacou outros projetos para o fortalecimento do setor de etanol, como a retomada do Renovabio, programa que promove a maior utilização de biocombustíveis e a criação do Programa Combustível do Futuro, para valorizar a mobilidade sustentável de baixo carbono com utilização do etanol e, ainda, estimular a indústria automobilística a produzir veículos flex híbridos.

Setor sucroenergético

O setor sucroenergético é uma das mais importantes cadeias produtivas do agronegócio mineiro, com 36 usinas em produção, 108 municípios produtores de cana-de-açúcar e geração de cerca de 167 mil empregos diretos e indiretos.

O evento de abertura da Safra Mineira de Açúcar e Etanol também contou com as presenças do secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, do presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, Tadeu Martins Leite, do subsecretário de Política e Economia Agropecuária, João Ricardo Albanez, da prefeita de Uberaba, Elisa Araújo, do CEO da CMAA, Carlos Eduardo Turchetto Santos, além de vários deputados federais e estaduais, prefeitos da região e outras autoridades e lideranças do setor.

}