Conheça a FAEMG

A FAEMG (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais) defende os interesses dos produtores rurais do estado.

Crédito Rural

Veja informações sobre os financiamentos destinados aos produtores rurais, cooperativas ou associações para fomentar a produção e comercialização de produtos agropecuários.

Informações Jurídicas

Acesse os documentos disponibilizados pela Assessoria Jurídica para auxiliar os produtores rurais.

Contribuição Sindical
Leiloeiros Rurais

Veja todas as informações sobre os leiloeiros rurais do estado de Minas Gerais.

Compartilhe


Casal comemora salto de 35% na produção leiteira

ATEG BALDE CHEIO
ESCRITO POR IZABELLA MACHADO, DE ARAÇUAÍ
27/10/2023 . SISTEMA FAEMG, SENAR

Um casal de produtores é mais um caso de sucesso da família inserida no campo, estimulada pelo Programa de Assistência Técnica e Gerencial - ATeG Balde Cheio, ofertado pelo Sistema Faemg Senar, em parceria com entidades cooperadas.

Nívea e o técnico de campo Iury Marques conferem os números da gestão da fazenda

Na Fazenda Brejos, situada em Santa Cruz de Salinas, a produtora Nívea Maria Duarte e o marido, Delto Martins de Sá, passaram por momentos de tensão no final de 2020, quando a fazenda já sinalizava dificuldade na gestão e crise no manejo nutricional. “Percebemos que a mineralização estava ficando a desejar, pois trabalhávamos com uma mistura de minerais. Com a instrução do técnico de campo, começamos a separá-los e isso começou a dar um bom resultado”, disse a produtora, que agora aposta em uma nova tecnologia para superar a seca. “Nessa fase tão difícil para os produtores, atualmente podemos afirmar que não perdemos nenhum animal por alimentação, inclusive, já plantamos palma”, ressaltou.

Com a chegada do programa, oferecido em parceria com o Sindicato dos Produtores Rurais de Taiobeiras, muita coisa mudou, inclusive a organização de tarefas da fazenda. “Nívea se responsabilizou pela parte organizacional do sistema de produção, que inclui a gestão produtiva, econômica e processo de comercialização do queijo, que é o produto final. Delto cuidou da parte produtiva operacional do negócio, incluindo o manejo do rebanho e o processamento da produção de queijo”, contou o técnico de campo do ATeG Balde Cheio, Iury Marques, que ressaltou enxergar no casal um “um grande exemplo de cumplicidade e superação”.

O casal investe agora na plantação de palma forrageira

Para chegar até aí, Nívea e Delto precisaram de foco. “Não contavam com quase nenhum tipo de suplementação e a falta de técnicas e manejo no rebanho com as matrizes gerava a baixa produção de leite”, relembrou. De acordo com Iury, sob orientação do programa, o casal começou a realizar o descarte gradativo das matrizes, incluiu a mineralização e forneceu concentrado. “Aumentamos a produção de leite em 35%, iniciamos o trabalho com a palma e Nívea não parou de se especializar. Realizou muitos cursos de capacitação, participou de Dias de Campo e palestras, sempre repassando ao marido o aprendizado”.

Hoje em dia

Após dois anos de ATeG, a propriedade “saiu do vermelho” e assinou contrato com empresas de Montes Claros e outras localidades para o fornecimento de queijo. Além disso, investiu em valor agregado e criou a sua própria marca, a Queijos Martins. Atualmente, já tem mão de obra contratada, gestão validada, e almeja contratação de um técnico próprio para supervisão contínua.

Delto e o técnico de campo avaliam a nutrição animal
}