Conheça a FAEMG

A FAEMG (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais) defende os interesses dos produtores rurais do estado.

Crédito Rural

Veja informações sobre os financiamentos destinados aos produtores rurais, cooperativas ou associações para fomentar a produção e comercialização de produtos agropecuários.

Informações Jurídicas

Acesse os documentos disponibilizados pela Assessoria Jurídica para auxiliar os produtores rurais.

Contribuição Sindical
Leiloeiros Rurais

Veja todas as informações sobre os leiloeiros rurais do estado de Minas Gerais.

Compartilhe


Assembleia de Representantes da Faemg

SINDICATOS
ESCRITO POR POR CRISTIANE MENDONÇA E NATHALIE GUIMARÃES, ASCOM
30/11/2022 . SISTEMA FAEMG, SINDICATOS, SENAR, INAES, FAEMG

O Conselho de Representantes da Faemg reuniu-se, nesta quarta-feira (30/11), para a Assembleia Geral Ordinária, com a participação de mais de 100 representantes de Sindicatos de Produtores Rurais do estado. Na reunião, foram aprovadas a proposta de suplementação orçamentária para 2022, a proposta orçamentária de 2023 e o pedido de filiação à federação de quatro instituições representativas do produtor rural nos municípios de Buritizeiro, Chapada Gaúcha, Papagaios e Taiobeiras.

O diretor secretário do Sistema Faemg Senar, Ebinho Bernardes, apresentou os resultados das principais ações e projetos desenvolvidos por esta diretoria, empossada em novembro de 2021, e os resultados alcançados de janeiro a outubro deste ano. Entre eles, está a participação da diretoria em mais de 200 agendas no interior de Minas e o cumprimento de grande parte das metas.

“Chegamos ao final de 2022 com a consciência de dever cumprido. Toda a diretoria se empenhou ao máximo para estar cada vez mais presente junto aos sindicatos, apoiando e representando nossos produtores rurais. Os números que apresentamos mostram que tentamos contemplar boa parte das propostas já no primeiro ano. Isso comprova o esforço de fazer o melhor para os sindicatos e os produtores rurais”.

O diretor financeiro, Renato Laguardia, apresentou o cenário financeiro da instituição, com posterior aprovação do orçamento. “Nós nos propusemos a fazer esse trabalho e colocar a Faemg em destaque há um ano. É muito bom ter a presença dos presidentes de sindicatos, que nos dão esse respaldo para continuarmos nesse caminho, trabalhando de forma correta e transparente para seguir crescendo”, comentou.

O presidente do Sistema Faemg Senar, Antônio de Salvo, destacou o avanço das metas estabelecidas e vislumbra a perspectiva de o setor ser ainda mais representativo, com ações mais vigorosas, defendendo todas as regiões mineiras e respeitando as individualidades de cada uma.

“Vamos continuar trabalhando para cumprir o que é a essência do Sistema: atender bem o nosso produtor e os sindicatos. O agro é um setor muito importante para Minas e para o Brasil, e a gente sabe do nosso papel na importância de produzir alimentos para toda a população mineira e brasileira. Os desafios pela frente são muitos, mas, juntos, iremos mais longe”, destacou.

Alberto Gomide Bisinoto está em seu primeiro mandato como presidente do Sindicato de Produtores Rurais de Conquista, no Triângulo Mineiro, e reconhece que o Sistema Faemg está ainda mais perto do produtor.

“Estamos em um tempo de renovação e as ações estão sendo produtivas. O trabalho está evoluindo e vemos o Sistema indo para o campo mesmo. Só tem a melhorar. Aqui, na assembleia, está sendo um momento de conhecer os vizinhos, saber como está funcionando os outros sindicatos para levar esta experiência para o nosso município e estar mais perto da Faemg”.

Assembleia Geral Extraordinária

Durante a tarde, foram discutidos outros assuntos estratégicos, como a nova marca do Sistema Faemg Senar, o atual cenário político e as legislações sobre o direito de propriedade. A participação de representantes do Sistema Faemg Senar na 27ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP-27), realizada em novembro no Egito, também foi destaque.

O presidente do Sistema Faemg Senar falou sobre a importância de se representar o agro e os produtores rurais em um evento internacional que trata das questões ambientais e sobre os planos da federação para o tema. “Estamos planejando um projeto-piloto, com apoio da Confederação Nacional da Agricultura (CNA) e do governo de Minas, para medir o sequestro de carbono de cinco diferentes atividades nossas para que, no futuro, também tenhamos crédito para negociar”, pontuou. 

Em seguida, foi aberta a plenária para que os presidentes de Sindicatos de Produtores Rurais pudessem falar sobre os assuntos apresentados.

 

}