Covid-19 não impede produtores de Caratinga de buscarem qualificação em Bovinocultura do Leite

Mesmo durante a pandemia do coronavírus, produtores de Caratinga buscaram qualificação em cursos de Bovinocultura de Leite promovidos pelo Sistema FAEMG/SENAR/INAES em parceria com o Sindicato dos Produtores Rurais de Caratinga. O município, no Vale do Rio Doce é um importante produtor de café no Estado de Minas Gerais, mas a pecuária leiteira também se destaca na região.

Na última semana de junho, doze produtores da região participaram do curso de Qualidade do leite, promovido na comunidade Água Limpa dos Antunes. “São pequenos produtores que decidiram incrementar a atividade e resolveram investir na qualificação da mão de obra em regime de economia familiar”, explicou o instrutor Francisco Assis Lima Viana.

O curso de Qualidade do Leite foi o quarto evento seguido de pecuária leiteira em cerca de um mês na região. Antes, foram ministrados os treinamentos de Cria e Recria de Bezerras e Nutrição e Alimentação de Bovinos e outro de Inseminação Artificial, contou o mobilizador Samuel Gonçalves Batista.

Segurança

O instrutor Francisco Assis Lima Viana ressaltou que os cursos promovidos pelo Sistema FAEMG/SENAR/INAES, neste período de pandemia do Covid-19 seguiram à risca todos os protocolos de segurança estabelecidos pela Organização Mundial de Saúde (OMS). “O Resultado foi um sucesso, demonstrando que a capacidade do produtor de se adequar às adversidades. A organização e a capacidade de mobilização do Sindicato Rural, e a competência e o domínio metodológico dos instrutores fazem a diferença neste momento único e difícil que o mundo atravessa”.