Tragédia de Brumadinho: Ministério da Agricultura atende pedido da FAEMG

Com informações da revista Globo Rural

Atendendo solicitação da FAEMG, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) informou ter solicitado ao Banco do Brasil a liberação das indenizações de seguro de contratos de financiamento e a suspensão das dívidas de produtores rurais que sofreram perdas com rompimento da barragem da Mina do Feijão, da Vale, em Brumadinho.

De acordo com a Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo (SAF), foram identificadas 182 emissões de Declarações de Aptidão ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Famuliar (DAP) em 2018 no município, duas de cooperativas ou associações. Desse total, foram firmados 52 contratos de financiamento do Pronaf, que somam R$ 1,75 milhão.

Em reunião feita com os produtores rurais da região atingida pelos rejeitos da barragem da Mina do Feijão, em 4 de fevereiro, a direção da FAEMG e assessores técnicos levantaram as demandas e ofereceram suporte para as soluções dos problemas.

No dia 7, a equipe da FAEMG se reuniu com representantes da Vale para solicitar providências referentes às necessidades dos produtores rurais da região. Foram apresentadas as demandas emergenciais: liberação de estradas e acessos, abastecimento de água potável para famílias e animais, e ressarcimento para a renda interrompida. Também foi solicitado o monitoramento de solo e água nas áreas atingidas e ao longo da bacia do rio Paraopeba.