até
quarta-feira, 29 de julho de 2020
Feijão, pulses e colheitas especiais - o futuro chegou!

 

A live, promovida pelo Sistema FAEMG, em parceria com o Ibrafe, analisou o mercado, as perspectivas e oportunidades para os produtores de Minas Gerais.

Participaram o analista de Agronegócios do Sistema FAEMG, Caio Coimbra e o presidente do Ibrafe, Marcelo Lüders.

Destaques:

Caio Coimbra

  • “Pulses são as leguminosas secas e, no país, as mais conhecidas são o feijão, a ervilha, a lentilha e o grão-de-bico.”

  • “Minas Gerais é o segundo maior produtor de feijão do país, superado apenas pelo Paraná. O nosso estado é também um grande consumidor, com preferência pelo carioca. Belo Horizonte é a capital que mais consome feijão no país.”

  • “Minas tem uma produção diversificada, e, por isso tem boas possibilidades aumentar a sua participação no mercado. Mas é preciso continuar investindo nas pesquisas, pois a produção é complexa devido ao difícil combate às pragas, principalmente a mosca branca.”

  • O Sistema FAEMG conta com a consultoria da AgroBr para fomentamos a exportação de vários produtos. Nossa meta é inserir o feijão nesse rol de produtos.”

 

Marcelo Lüders

  • “Hoje, cerca de 20% dos alimentos consumidos no mundo são importados. Vemos que há redução nos supérfluos e os pulses não se enquadram nessa categoria. Provavelmente veremos um aumento de estoques estratégicos.”

  • “Quem imaginava a impossibilidade de importar diante da Covid-19? Será uma nova forma de trabalhar os estoques mundiais. Milhões de pessoas vão passar fome no mundo e nós, no Brasil, temos a vantagem de administrar o grande celeiro do mundo.”

  • “Apesar da China ser grande produtora para o próprio mercado será também grande importadora. No Brasil, o MAPA tem buscado avançar nos acordos fitossanitários para exportarmos direto para lá. Somos relevantes em todas as grandes commodities e nossa relevância vai ser mais perceptível diante destas mudanças que vem ocorrendo no mundo.”

  • “29 milhões de brasileiros se declararam vegetarianos e, dentro desta dieta, é imprescindível a participação do feijão. A chave para o aumento do consumo passa pela diversificação.”

Últimas notícias publicadas
18/09/2020 Agro: uma agenda do futuro, uma agenda do passado
17/09/2020 Conectividade no campo
16/09/2020 Conseleite - Valores de referência - Setembro
14/09/2020 Sistema FAEMG assina protocolo de intenções com Instituto Espinhaço para desenvolvimento rural sustentável
08/09/2020 Inédita - Sistema FAEMG promove primeira reunião da Comissão Técnica de Produtores Integrados de Aves e Suínos de Minas
01/09/2020 PIB: Agro é destaque
31/08/2020 Programa Balde Cheio reforça treinamento durante pandemia
28/08/2020 Consórcio, inspeção e Selo Arte: como podem impulsionar a produção de queijo
27/08/2020 Turismo, gastronomia e cooperativismo na cadeia do leite
26/08/2020 Prêmio de melhor café do ano abre inscrições e estreia duas novas categorias
Ver todas
FAEMG
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3000
E-mail: faemg@faemg.org.br
Senar Minas
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3074
E-mail: senar@senarminas.org.br
INAES
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3109
E-mail: inaes@inaes.org.br
Sindicatos
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3028
E-mail: asind@faemg.org.br