até
sexta-feira, 29 de maio de 2020
Produtores de leite de Caldas e Carmo do Cajuru iniciam participação no Programa ATeG
Denise Bueno, de Passos

Produtores de leite dos municípios de Caldas e Carmo do Cajuru começaram a receber em maio o Programa de Assistência Técnica e Gerencial - ATeG do Sistema Faemg/SenarMinas. Integrantes da Regional de Passos, os produtores buscam melhorar a produtividade e, consequentemente, a qualidade de vida.

Em Caldas, município que tem forte bacia leiteira, o programa vai atender pequenos produtores. Nas primeiras visitas realizadas pelo veterinário e técnico de campo Pedro Henrique Naure Carvalho, ele encontrou produtores muito motivados. “Eles aderiram ao programa logo após a apresentação pelo gerente da Regional Rodrigo de Castro Diniz e já formamos uma turma”. Ainda segundo Pedro, a expectativa dos produtores está na melhoria da produção e das condições de vida.

Já em Carmo do Cajuru, a busca é pelo fortalecimento do setor, já que a bacia leiteira perdeu a sua força nos últimos anos. O técnico que atende os produtores, o veterinário Thiago Oliveira Maciel (à esquerda, com produtores, na foto abaixo), encontrou os produtores cansados e motivados nas primeiras visitas, porém esperançosos. “Nós vamos atender propriedades de produção de 50 a 2.000 litros/dia. Dentro desse universo temos várias expectativas, mas a busca geral é pelo fortalecimento do setor no Centro-Oeste de Minas, que já teve forte representatividade na economia do município”.

O programa

Na Regional de Passos o ATeG está presente em 16 municípios, nos segmentos da pecuária leiteira, cafeicultura e piscicultura. “Estamos montando novas turmas este ano e essas novas turmas são o início dos trabalhos. Apesar da paralisação devido à pandemia, o Sistema Faemg/Senar Minas continua seu trabalho de apoio ao produtor. O Agro não para”, enfatiza Rodrigo Diniz.

Criado em 2013 pelo Senar Nacional, o ATeG leva a pequenos produtores rurais assistência em gestão da propriedade e técnicas de produção. É direcionado a quem nunca recebeu assistência técnica regular e tem duração de dois a quatro anos. A metodologia é aplicada em quatro seis etapas: diagnóstico produtivo individualizado, planejamento estratégico, adequação tecnológica, gestão capacitação profissional complementar, avaliação sistemática dos resultados, bonificação/meritocracia com visitas mensais do técnico de campo.

Últimas notícias publicadas
10/07/2020 Técnica de terraceamento promove sustentabilidade e previne desgaste do solo
10/07/2020 SENAR abre inscrições para a 4ª edição do CNA Jovem
10/07/2020 Projeto Agro.BR realiza seminário online sobre iniciativas conjuntas com o SENAR para exportação
08/07/2020 Aposta certa: depois do Programa ATeG, produtor de morangos aumenta em 50% a colheita em um ano
08/07/2020 Terreiro suspenso dentro da lavoura leva praticidade e inovação para família de cafeicultoras
08/07/2020 Curso em Caratinga: prevenir acidentes para não virar estatística
08/07/2020 Reunião faz balanço de ações e discute desafios do AgroNordeste frente à pandemia
07/07/2020 Programa GQC revoluciona fazenda leiteira em Piedade do Rio Grande
06/07/2020 Jovem cafeicultora de Fervedouro é finalista de prêmio internacional
06/07/2020 Covid-19 não impede produtores de Caratinga de buscarem qualificação em Bovinocultura do Leite
Ver todas
FAEMG
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3000
E-mail: faemg@faemg.org.br
Senar Minas
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3074
E-mail: senar@senarminas.org.br
INAES
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3109
E-mail: inaes@inaes.org.br
Sindicatos
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3028
E-mail: asind@faemg.org.br