até
terça-feira, 5 de maio de 2020
Prejudicado pela pandemia, setor canavieiro quer ajuda do governo
Jornal da Manhã I Uberaba

Proposta foi apresentada pela ministra da Agricultura e pede a redução do PIS/Cofins, aumento da Cide e crédito de R$9 bi pelo BNDES para financiar a estocagem

Associação das Indústrias Sucroenergéticas de Minas Gerais (Siamig) aguarda posicionamento do governo federal para minimizar os efeitos negativos sofridos pelo setor em decorrência da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A informação é do presidente da entidade, Mário Campos, que, em entrevista ao programa Pingo do J, da Rádio JM, adiantou que o pacote de ajuda governamental pode ser anunciado já nos próximos dias.

De acordo com ele, toda produção de etanol foi duramente atingida pela pandemia. As usinas que trabalham exclusivamente com o etanol, para atender à demanda de biocombustíveis, são as que mais sentem os impactos, visto que houve queda acentuada de preço devido às medidas de isolamento social. Segundo ele, a venda do litro de etanol, de R$1,32, sequer cobre os custos de produção.

Além disso, a produção de açúcar, que atende à indústria alimentícia, também sofre retração em face da Covid-19. “Todo setor está sofrendo os impactos da pandemia e precisamos dar destinação à safra de cana-de-açúcar, que já foi plantada. Não podemos parar”, diz. Segundo ele, a Siamig aguarda um pacote de ajuda governamental que inclui três demandas principais para atender ao setor. A primeira é a redução temporária do PIS/Cofins sobre o etanol. “Hoje o consumidor paga R$0,24 de PIS/Cofins na bomba”, diz.

Já a segunda demanda visa ao aumento da alíquota da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide), que regula o preço da gasolina, que hoje é de R$0,10. A proposta é que seja majorada para R$0,30 na bomba, para aumentar a competitividade com o etanol. “Toda cadeia de produção de combustível está afetada devido ao choque negativo do petróleo no mercado internacional. O preço da gasolina caiu nas bombas. Queremos que haja competitividade maior com o etanol”, diz. Como tal medida é de longo prazo, o setor também propõe a redução do imposto sobre a importação da gasolina, que é de 15%, atualmente.

Outra demanda está relacionada à abertura de linhas de crédito, através do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), da ordem de R$9 bilhões, a partir da emissão de títulos de garantia, para financiamento de estocagem. “Estas são as medidas para reduzir o problema de caixa das usinas”, informa.

O dirigente explica que a proposta se encontra no Ministério da Economia, sendo apresentada pela ministra Tereza Cristina, titular do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que está sensível à situação do setor sucroalcooleiro. “Estamos otimistas para que estas propostas sejam implementadas para solucionar o problema de caixa das empresas”, afirma.


“O pleito do setor sucroenergético feito ao governo federal permanece em estudo lá. Isso traz uma preocupação com o caminhar da safra e o futuro dos produtores de cana, uma vez que o cenário tempestuoso piora a cada dia, com ameaças de interrupção de moagem.”


Ana Carolina Gomes – Analista de agronegócios da FAEMG.
 

 

Últimas notícias publicadas
19/10/2020 Curso promove construção de Fossa Séptica Ecológica
19/10/2020 Jovens destacam importância dos cursos de Equitação e Doma Racional
19/10/2020 Após um ano da realização do curso de recuperação de nascentes, produtor comemora água saindo da mina
19/10/2020 Comunicado 15 – Assessoria de Meio Ambiente - Bacia do Ribeirão do Ouro – Situação crítica e redução do uso das outorgas
16/10/2020 Benefícios da palma forrageira na alimentação bovina
16/10/2020 Curso em Olímpio Noronha orienta sobre saúde e atenção ao idoso
16/10/2020 Treinamento aborda saúde e empoderamento feminino em Campos Altos
16/10/2020 ATeG Café: produtores do Sul de Minas enviam amostras para o Cupping do SENAR
16/10/2020 Curso de Guindauto Munck é promovido em São Domingos das Dores
16/10/2020 Mobilizadores empenham-se para aplicar pesquisa do Sistema FAEMG
Ver todas
FAEMG
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3000
E-mail: faemg@faemg.org.br
Senar Minas
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3074
E-mail: senar@senarminas.org.br
INAES
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3109
E-mail: inaes@inaes.org.br
Sindicatos
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3028
E-mail: asind@faemg.org.br