até
sexta-feira, 24 de abril de 2020
Aprendizagem Rural: ex-participante do programa conta como está a vida depois de representar o Brasil na Olimpíada Internacional de Ciências da Terra
Viviane Santana, de Uberaba

Sete meses depois de representar o Brasil na Olimpíada Internacional de Ciências da Terra (International Earth Science Olympiad, ou IESO), o jovem Luís Eduardo Siqueira de Freitas, de 19 anos, conta como está sua vida profissional. Ele também é ex-participante do Programa Aprendizagem Rural em Conceição das Alagoas, no Triângulo Mineiro, e contou com a ajuda e o patrocínio de pessoas e empresas para a viagem para a competição em Daegu, na Coréia do Sul.

O título não veio, mas a experiência ficará guardada na memória e no coração. Para chegar ao outro lado do planeta, Luís contou com o patrocínio do Sistema Faemg / Senar Minas, Prefeitura de Conceição das Alagoas, empresas da cidade e a ajuda da família e dos professores do IFTM (Instituto Federal do Triangulo Mineiro).

“Já pela viagem, com escala na Etiópia, percebo o quanto somos privilegiados e moramos em um país abençoado. Durante a Olimpíada, estive em um time com outras nove pessoas, cada uma de um país, com bagagens muito diferentes. Foi um grande aprendizado para mim, com troca de experiência e conhecimentos. Nas treze edições em que o Brasil participou, são 52 estudantes que representaram o país e meu nome está nesta lista. Fico muito feliz e satisfeito de chegar onde cheguei”, conta ele.

Depois de ter estado entre os melhores estudantes de ciências agrária da Terra, Luís está em nova fase. O sonho de ser agrônomo começou a se realizar ao ingressar este ano na faculdade e um novo emprego é o desafio do momento.

“Sei o quanto é difícil entrar na Usina, trabalhando na minha área de atuação. Tudo que vivi no último ano: a dedicação nos estudos para Olímpiadas, os módulos do Aprendizagem Rural, a ampliação do meu conhecimento na minha área, toda experiência, me ajudaram a chegar onde estou. Meu comprometimento agora é desenvolver um bom trabalho para conseguir crescer dentro da empresa. Este ano foi muito marcante e sou grato a todos que me ajudaram, pelo apoio e valorização do meu esforço”, concluiu.

Estímulo à educação e ao desenvolvimento profissional

“Os jovens selecionados foram privilegiados em fazer parte do Aprendizagem Rural. Sou formado em Técnico em Agropecuária e as aulas que tivemos, os treinamentos que participei, complementaram os ensinamentos que tive, além de mostrar novas áreas de atuação, como o curso de drone. Conheci pessoas que marcaram minha vida e participar foi o processo importante para meu desenvolvimento pessoal e profissional.”, comentou Luís Eduardo.

“O Sistema Faemg / Senar Minas muito se orgulha ao ver o desenvolvimento profissional e pessoal de seus egressos. Isso reforça o comprometimento da entidade em levar cursos de qualidade para o homem do campo e seus familiares, buscando sempre instrutores preparados e que vestem a camisa do Sistema", diz Mírian Rocha, coordenadora pedagógica do Senar Minas.

Ela destaca ainda os méritos do estudante: "o Luís Eduardo é mais um desses frutos colhidos com o programa Aprendizagem Rural, onde representou tão bem o nosso país entre os melhores estudantes de Ciências Agrárias do mundo. Com certeza, com a dedicação e entusiasmo dele, teremos um grande profissional que atuará junto ao nosso produtor rural, buscando sempre melhorias e crescimento do campo.”

“Ter participado da formação profissional do Luís Eduardo e do início de sua história no mercado de trabalho é uma grande satisfação para todos nós. O Sistema trabalha para que esses jovens possam ter reais oportunidades de desenvolvimento. Sabemos que a realidade do meio rural é ainda muito distinta das grandes cidades, por isso sempre estimulamos a busca dentro e fora do Programa Aprendizagem Rural de possibilidades de produção e a criação de conhecimentos”, acrescenta Cristiane Trigueiro, analista técnica da Coordenadoria Pedagógica do Senar.

A equipe brasileira em Daegu

  • Luís Eduardo Siqueira de Freitas - Campus Uberaba do Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM)
  • João Augusto Vilas Boas dos Santos Gonçalves - Campus Muzambinho do IFSULDEMINAS
  • Guilherme Teixeira Simões - Campus Muzambinho do IFSULDEMINAS
  • Ednaldo de Sousa - Campus Paulistana do Instituto Federal do Piauí (IFPI).

Professores/orientadores:

  • Rafael Gomes Tenório
  • Marco Aurélio Dessimoni Dias.
Últimas notícias publicadas
19/10/2020 Curso promove construção de Fossa Séptica Ecológica
19/10/2020 Jovens destacam importância dos cursos de Equitação e Doma Racional
19/10/2020 Produtor de Ubá comemora recuperação de nascente
16/10/2020 Benefícios da palma forrageira na alimentação bovina
16/10/2020 Curso em Olímpio Noronha orienta sobre saúde e atenção ao idoso
16/10/2020 Treinamento aborda saúde e empoderamento feminino em Campos Altos
16/10/2020 ATeG Café: produtores do Sul de Minas enviam amostras para o Cupping do SENAR
16/10/2020 Curso de Guindauto Munck é promovido em São Domingos das Dores
16/10/2020 Mobilizadores empenham-se para aplicar pesquisa do Sistema FAEMG
15/10/2020 ATeG leva novas possibilidades a cafeicultores de Eugenópolis e Pedra Dourada
Ver todas
FAEMG
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3000
E-mail: faemg@faemg.org.br
Senar Minas
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3074
E-mail: senar@senarminas.org.br
INAES
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3109
E-mail: inaes@inaes.org.br
Sindicatos
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3028
E-mail: asind@faemg.org.br