até
segunda-feira, 18 de novembro de 2019
Artesanato de argila transformou a vida de produtora rural em Porteirinha
Cecília Oliveira, de Montes Claros

Moradora da Fazenda Gangorra, no município de Porteirinha, Aline Antonyele Barbosa, de 25 anos, viu a sua vida se transformar depois que fez o curso de Artesanato de Argila e Congêneres, realizado numa parceria do Sistema Faemg/Senar Minas e Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Porteirinha.

Segundo Aline, devido a pouca oferta de trabalho onde mora e as dificuldades impostas aos pequenos produtores rurais em época de seca, ela resolveu investir na produção de artesanato em argila. "É da venda da cerâmica que vem a maior parte da minha renda, o que me motivou a me dedicar à profissão de ceramista", disse.

Ainda segundo ela, não foi só a renda que melhorou, mas também a sua saúde. Com problemas sérios de cefaleia, a ceramista disse que depois que começou a trabalhar na produção de artesanato de argila, nunca mais teve crises de enxaqueca.

O custo de produção das peças de cerâmica sai quase de graça para ela. A argila, matéria-prima para produção do artesanato, é encontrada em diversos locais no município. Casada há poucos meses, ela também tem contado com a ajuda do marido na coleta da argila, amasso do barro, recolhimento e corte da lenha, e na queima das peças.

Aline disse que nunca pensou que o artesanato de argila pudesse levá-la tão longe. Ela, que começou sem muita pretensão, vende toda a produção para revendedores, que buscam a mercadoria na porta de sua casa. “Não preciso nem me preocupar com a entrega.  Este ano também levei o meu artesanato para Expominas, em Belo Horizonte, onde nem por sonho eu imaginava chegar”.

Valorização da cultura local

Sobre a produção das peças, Aline disse que além das técnicas de produção, ela achou de extrema importância as orientações da instrutora do curso do Senar Minas, Marciana Félix, quanto ao resgate cultural. “Temos que produzir peças que mostrem a vida e cultura regional, com elementos da nossa vivência. A ideia é que, ao ver as peças, as pessoas saibam de onde se origina o trabalho. Isso é muito importante, pois além de caracterizar o artesanato, ainda agrega valor financeiro ao produto”, concluiu.

Últimas notícias publicadas
04/12/2019 FIP Paisagens Rurais: Projeto treina técnicos de campo em Belo Horizonte
04/12/2019 Feira Nacional de Artesanato reune casos de sucesso no Empório SENAR
04/12/2019 Sistema FAEMG/SENAR MINAS promove seminário “Conservar para produzir melhor”, em Caratinga
04/12/2019 Produtores atendidos pelo ATeG são premiados em Concurso de Qualidade do Café da Emater-MG
04/12/2019 SENAR promove Encontro das Famílias Rurais em Manhuaçu
04/12/2019 Já estão abertas as inscrições para o Curso Técnico em Agronegócio
03/12/2019 Encontro das Famílias Rurais em Ritápolis reúne mais de 160 pessoas
03/12/2019 Participante do Agente de Turismo Rural, em Lima Duarte, recebe grupo de estudantes e aplica técnicas de condução turística
03/12/2019 Turma de Agente de Turismo Rural conclui módulo de Roteirização Turística na região de São João del-Rei
03/12/2019 Região de Caxambu volta a oferecer cursos promovidos pelo SENAR MINAS
Ver todas
FAEMG
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3000
E-mail: faemg@faemg.org.br
Senar Minas
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3074
E-mail: senar@senarminas.org.br
INAES
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3109
E-mail: inaes@inaes.org.br
Sindicatos
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3028
E-mail: asind@faemg.org.br