até
segunda-feira, 21 de outubro de 2019
Auditores independentes avaliam ABC Cerrado no Triângulo Mineiro
Viviane Santana, de Uberaba

O Brasil é pioneiro no Projeto de Agricultura de Baixo Carbono e os resultados prévios mostram que além de positivo, é sustentável

Quando um projeto como o ABC Cerrado entra em sua fase final, é preciso fazer uma análise detalhada dos resultados conseguidos. Para isso, são feitas avaliações pelas entidades envolvidas ou por auditores independentes. Foi por isso que Gilberto Mascarenhas e Ítalo Veras Eduardo visitaram a região de Uberaba.

Depois de se reunirem com o gerente regional do Senar Minas em Uberaba Caio Oliveira, com analista técnico da Coordenadoria de Formação Profissional Rural do Senar Minas Ricardo Tuller Mendes e Rodrigo Vargas, supervisor do Projeto ABC Cerrado (foto abaixo), eles conheceram a realidade do projeto em parte de Minas Gerais. Percorreram nove propriedades rurais da região do Triangulo Mineiro (nas cidades de Conquista, Uberaba, Sacramento, Perdizes e Prata), entrevistaram os produtores e captaram informações que darão subsídios aos resultados da pesquisa de campo que será divulgada no dia 9 de dezembro.

Segundo Ricardo Tuller, Minas Gerais se tornou uma referência dentro do ABC Cerrado pelos resultados obtidos durante seu desenvolvimento. “Estamos chegando ao final do Projeto ABC Cerrado e trazemos na bagagem muitas lições aprendidas que serão aplicadas nos diversos projetos de Assistência Técnica e Gerencial do Senar Minas. Durante os quase quatro anos de execução do ABC Cerrado em Minas Gerais, além da ATeG foram realizadas várias ações, como capacitações e dias de campo. Foram assistidos 290 produtores rurais, cerca de 1300 receberam capacitação e a recuperação de pastagens degradadas foi treinamento mais ofertado, tivemos a presença de quase 2000 produtores em 14 dias de campo que foram realizados”, avaliou.

Captando informações

Enquanto Ítalo Veras Eduardo é o responsável por armazenar as informações repassadas pelos produtores, o auditor independente e pesquisador Gilberto Mascarenhas tem uma metodologia que envolve qualquer entrevistado. Na conversa transparente, consegue captar mais do que dados, ele os aprofunda e traz ao Sistema Faemg/Senar Minas algumas avaliações prévias sobre sua visita ao Triângulo Mineiro.

Realizamos uma avaliação compreensiva que olha não só o número frio da execução e operacionalidade. É por isso que fazemos as visitas de campo, que serve para termos um primeiro contato com os produtores rurais participantes, saindo dos livros e papéis que lemos. Ao entrar em contato com os atores, conseguimos entender mais a lógica de cada um, o que está acontecendo na região, como funciona o projeto na prática, quem é esse produtor, qual o perfil dele e que tipo de trabalho está fazendo. Todos estes elementos avaliados dão subsídios as futuras fases do projeto, caso eles venham a ser implantados”, explica Gilberto.

Sustentabilidade do Projeto ABC Cerrado

"Se este não fosse um projeto sustentável, se não tivéssemos essa convergência da sustentabilidade, eu e Ítalo não estaríamos aqui. Acreditamos no ABC Cerrado, não só pelas tecnologias apresentadas (recuperação de pastagens degradadas, a integração lavoura-pecuária-floresta (iLPF), o plantio direto e florestas plantadas), mas também porque este é projeto que traz, nesse momento relacionados à algumas questões ambientais como queimadas, uma resposta do governo brasileiro a respeito de tecnologias que podem ser atualizadas para que tenhamos uma agricultura mais sustentável, sem maiores desmatamentos e aberturas de áreas.”

O ABC Cerrado na região do Triângulo Mineiro

“Em relação ao projeto, a avaliação é muito positiva, tanto na capacitação, quanto na Assistência Técnica, que são considerados elementos necessários para os produtores. Verificamos, nesta pequena parcela visitada na região, uma descapitalização do produtor ao longo do tempo, o que dificulta a implantação das tecnologias do ABC Cerrado em suas propriedades, muito pelo aumento dos insumos. Alguns já fizeram e estão satisfeitos e outros ainda aguardam o melhor momento para implantar as tecnologias.”

Vencendo batalhas todos os dias

"O produtor permanece em uma atividade que é sujeita a riscos e aqueles que trabalham com as commodities (como o leite), os pequenos e médios produtores sofrem mais. São guerreiros que permanecem na atividade, batalham e lutam com seus Sindicatos Rurais, técnicos e cooperativas para se manter na atividade.  O ABC Cerrado dá a oportunidade desses produtores terem Assistência Técnica e Gerencial gratuita e isso é fundamental, porque não adianta dar dinheiro para quem não tem informações suficientes para investir corretamente. Neste século que estamos vivendo o maior valor é o do conhecimento e o Senar é este elemento de informação junto ao produtor.”

Últimas notícias publicadas
27/05/2020 Ensino a Distância: videoaulas conquistam confiança dos produtores
26/05/2020 Produtores de Grão Mogol recebem máscaras de proteção contra o coronavírus
26/05/2020 Seminário online discute o atendimento do SENAR na nova realidade da cafeicultura
25/05/2020 Videoaulas conquistam produtores que não podiam fazer cursos presenciais do SENAR
25/05/2020 Expansão do Programa ATeG agrada sindicato e produtores em Itamarandiba
25/05/2020 Curso de Aparação de Cascos e Ferrageamento de Equinos é promovido em Nanuque
25/05/2020 Jovens retomam Programa Jovem no Campo, em Imbé de Minas
25/05/2020 Primeira ‘Feira Segura’ de MG teve apoio de feirantes e consumidores de Boa Esperança
25/05/2020 Prevenção de Acidentes marca retorno dos cursos de Promoção Social na regional de Uberaba
25/05/2020 Projeto Ação Complementar – Mobilizar Bem comemora adesão das entidades às videoaulas
Ver todas
FAEMG
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3000
E-mail: faemg@faemg.org.br
Senar Minas
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3074
E-mail: senar@senarminas.org.br
INAES
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3109
E-mail: inaes@inaes.org.br
Sindicatos
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3028
E-mail: asind@faemg.org.br