até
quinta-feira, 22 de agosto de 2019
Jovem aprendiz de Conceição das Alagoas é um dos representantes brasileiros na Olimpíada Internacional de Ciências da Terra
Viviane Santana, de Uberaba

Luís Eduardo Siqueira de Freitas tem apenas 19 anos, mas está prestes a dar um grande passo em sua trajetória: vai ser um dos representantes do Brasil na Olimpíada Internacional de Ciências da Terra (International Earth Science Olympiad, ou IESO), que acontece de 26 de agosto a 3 de setembro em Daegu, na Coréia do Sul.

Participante do Programa Aprendizagem Rural na Usina Santo Ângelo, em Conceição das Alagoas, ele conta com a ajuda da família e patrocínio do Sistema Faemg/Senar Minas, da Prefeitura de Conceição das Alagoas e empresas da cidade.

Luís é formado como Técnico em Agropecuária pelo Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM) e foi um dos primeiros colocados na Olimpíada Brasileira de Agropecuária – OBAP 2018. Na competição realizada em setembro do ano passado, ele concorreu com 150 pessoas classificadas para etapa final da olimpíada, que tiveram que responder, em 1h30, 20 questões objetivas e 2 discursivas. Na prova prática, o desafio era cumprir três atividades que envolveram coleta de amostra de solos, operação da máquina de semeadura adubadora e técnicas de inseminação artificial.

Desde 2017, quando foi para primeira disputa, o estudante tem se preparado e, ao ser um dos vitoriosos deste ano, viu o sonho de ser agrônomo ceder lugar aos preparativos para competição internacional. “Larguei vários projetos este ano para ir à Olimpíada Internacional e sei que vamos concorrer com outros países que são mais preparados para os temas abordados na competição (geologia, meteorologia, ciência ambiental, e astronomia terrestre), mas o que pode ser uma dificuldade, motiva a gente. Pela primeira vez, em oito anos de OBAP, tivemos uma equipe de Minas vitoriosa nesta competição e para mim está sendo uma honra representar o estado e nosso país”, disse Luís.

Luís (o quarto, a partir da esquerda) com a equipe do IFTM que participou da OBAP

A Equipe Brasileira

Junto com Luís Eduardo Siqueira de Freitas, outros três estudantes foram selecionados: João Augusto Vilas Boas dos Santos Gonçalves e Guilherme Teixeira Simões, do Campus Muzambinho do IFSULDEMINAS, e Ednaldo de Sousa, do Campus Paulistana do Instituto Federal do Piauí (IFPI). Na realização do sonho de ser medalha de outro em Ciências da Terra, contarão com os professores Rafael Gomes Tenório e Marco Aurélio Dessimoni Dias, que serão os orientadores da equipe, responsáveis por traduzir as provas do inglês para o português.

Luís, o jovem aprendiz

A mãe de Luís, Elisaine Siqueira Rocha de Freitas, foi a maior incentivadora para que Luís Eduardo se inscrevesse no Programa Aprendizagem Rural da Usina Santo Ângelo, em Conceição das Alagoas. Foi ela que comentou com o rapaz que as vagas estavam abertas. O pai, Hugo Jorge de Sousa Freitas, também é um incentivador do filho, inclusive na mobilização para que ele conseguisse meios de ir para a competição na Coréia.

“Incentivei meu filho a se inscrever no Aprendizagem Rural, pois achei que ele teria uma base fortalecida de aprendizado, conhecimento e a lapidação de toda a bagagem que ele vem adquirindo em sua trajetória. O incentivo para entrar nesse programa, desenvolvido pelo Senar Minas e Usina Santo Ângelo, será, além da experiência profissional, a possibilidade de abertura para o mercado. Ele é um jovem que tem princípios na lealdade, na disciplina, na gratidão; adjetivos estes que eu enxergo no meu ‘já campeão’. Como mãe fico emocionada e observando o Luís conquistando seu território, com orgulho no peito, ao saber da sua responsabilidade de estar embarcando para representar o Brasil, o estado de Minas Gerais, o município de Conceição das Alagoas, os jovens, os amigos, os professores e a sua família”, comentou orgulhosa a professora, que é coordenadora do Lar da Criança de Conceição das Alagoas.

Querendo aprender mais sobre cana-de-açúcar, por estar relacionado a sua área de atuação e ainda ter uma renda, foi a oportunidade que encontrou para suprir suas necessidades. O Programa confirmou as expectativas de Dona Elisaine.

“Eu já tinha um pouco de conhecimento que é repassado durante o curso, mas, bem pouco. Estou aprendendo a cada dia e tendo novas informações. Para mim que estou na área e que quero trabalhar com isso no futuro, participar do Aprendizagem Rural soma muito. Além de ser uma oportunidade profissional, é um conhecimento de vida e por isso estou aproveitando bastante. O Senar Minas tem ajudado a mim e aos meus colegas a ter uma experiência profissional diferenciada, privilegiada e agora como um dos meus patrocinadores, sou ainda mais grato pela ajuda em realizar meu sonho de ir à Olimpíada Internacional de Ciências da Terra”, ressaltou o jovem aprendiz.

Luís (dentro do círculo) com sua turma do Programa Aprendizagem Rural, a euqipe do Senar Minas e demais envolvidos em Conceição das Alagoas

Casos de sucesso como o de Luís Eduardo são um dos objetivos do Programa Aprendizagem Rural. Além de prepará-los para o mercado de trabalho, os ensinamentos repassados durante os meses de aulas teóricas e atividades práticas vão além.

“Somos muito orgulhosos de poder fazer parte da formação profissional desses jovens. O programa Aprendizagem Rural ajuda o jovem a melhor se relacionar com a sociedade que o cerca e, principalmente, o motiva a acreditar em seu potencial e a não desistir dos seus sonhos. Casos como do Luís comprovam que este é um programa de muitas possibilidades, que vão além do ingresso do jovem no mundo do trabalho e de contribuir para que as empresas do agronegócio tenham em suas equipes colaboradores engajadas, bem qualificados e melhor preparados. Ao longo desses 4 anos de oferta do programa no estado, podemos perceber que todo o conhecimento que é construído com os aprendizes é aplicado em suas vidas, transformando futuros que muitas vezes eram repletos de incertezas. Temos certeza que ainda comemoraremos muitas e muitas histórias como essa”, destacou Cristiane Cristina Trigueiro, analista coordenadora do Programa Aprendizagem Rural.

A IESO

Em 2019 a Olimpíada Internacional de Ciências da Terra (IESO) será do dia 26 de agosto a 03 de setembro de 2019. A competição ocorre anualmente e é destinada a alunos do ensino médio e testa a proficiência deles em matérias como geologia, meteorologia, ciência ambiental, e astronomia terrestre. A primeira IESO foi realizada em outubro de 2007 em Daegu, na Coreia do Sul.

A competição internacional consiste em um exame teórico e outro prático. O exame escrito contém um conjunto de problemas de ciências da terra que os participantes têm que resolver em até seis horas, e a porção prática consiste em trabalho experimental ou de campo, que também deve ser completado em um tempo cabível. É permitido aos participantes trazer calculadoras não programáveis para as provas. Os exames escritos são realizados e dados nota individualmente, enquanto a porção prática envolve trabalho em grupo.

Cada time consiste em até quatro estudantes, um reserva, e mentores. Os mentores devem ser especialistas em ciências da terra e/ou educação em ciências da terra e capazes de servir como membros do Júri Internacional. A língua oficial da competição é inglês, e os mentores também devem traduzir a prova para seus times. Os estudantes se qualificam para participar da IESO ao ganharem competições nacionais de ciências da terra em seus países.

Últimas notícias publicadas
28/01/2020 Governo de Minas busca parceria com o SENAR MINAS para atender municípios rurais vulneráveis
23/01/2020 SuperAção Brumadinho: SENAR inicia trabalho de assistência técnica a produtores atingidos
21/01/2020 Sistema FAEMG inicia preparativos para a 91ª Semana do Fazendeiro de Viçosa
21/01/2020 Curso de Agente de Turismo Rural teve início nesta segunda em Carmo
21/01/2020 Cooxupé promove seminário sobre cooperativismo em Guaxupé
21/01/2020 ATeG: Programa Nosso Agro vai a Araponga mostrar o trabalho por trás do café campeão de Simone Sampaio
20/12/2019 Balanço 2019 em Montes Claros: Cursos do SENAR abrem possibilidades de trabalho
20/12/2019 Produtores do ATeG Café vencem Concurso da CooperRita
20/12/2019 ATeG: produtores assistidos pelo programa investem no método de fermentação do café
20/12/2019 GQC: produtores da região de Lavras apresentam Plano de Gestão em seminário de encerramento do programa
Ver todas
FAEMG
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3000
E-mail: faemg@faemg.org.br
Senar Minas
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3074
E-mail: senar@senarminas.org.br
INAES
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3109
E-mail: inaes@inaes.org.br
Sindicatos
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3028
E-mail: asind@faemg.org.br