até
quarta-feira, 31 de julho de 2019
I Encontro de Causos e Caldos na Mantiqueira marca encerramento do Agente de Turismo Rural
Aline Furtado, de Juiz de Fora

A última semana de julho foi de celebração em Aiuruoca. A cidade recebeu o I Encontro de Causos e Caldos na Mantiqueira, evento organizado para marcar o encerramento do Programa Agente de Turismo Rural, promovido naquela região por meio da parceria entre o Sistema Faemg/Senar Minas e o Sindicato dos Produtores Rurais de Baependi, com mobilização de Maura Pereira Maciel e Sirlei Silvério.

Dez participantes concluíram o Programa, que teve capacitação voltada para as cidades de Baependi, Alagoa, Aiuruoca e Caxambu. Desde o mês de fevereiro, os participantes passaram por formação voltada para as seguintes áreas: Produtos e Serviços Turísticos, Segurança nas Atividades Turísticas, Condução de Turistas, Roteirização Turística, Comercialização de Produtos e Negócios Turísticos.

“Tivemos uma turma muito diversificada e experiente, composta por participantes que já atuam como guias turísticos, brigadista, profissional de comunicação e marketing, condutores off road, condutores em travessia em montanha, produtores de queijos e azeites. Com isso, trabalhamos muito as características de cada um”, destaca o instrutor credenciado pelo Senar Minas e turismólogo Gustavo Toledo.

A partir da esquerda: Gustavo Toledo (instrutor), Márcio Luiz Silva (gerente regional do Senar Minas em JF), Maria Aparecida Carvalho Monteiro (secretária de Turismo e Cultura de Alagoa), Luiz Cláudio de Carvalho (secretário de Turismo e Cultura Pouso Alto), Samuel Antônio Benfica (secretário Lazer, Esporte e Turismo de Bocaina de Minas)

O evento, que contou com apoio da Prefeitura de Aiuruoca, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo, foi realizado no Museu Dr. Júlio Sandersen, reunindo convidados que participaram de uma oficina de contação de histórias aplicada ao turismo, ministrada pelo participante do Agente de Turismo Rural, Eloi Zanetti, especialista em marketing e comunicação. Em seguida, várias pessoas contaram causos e fizeram relatos sobre a importância da região, envolvendo o folclore regional. Fechando a programação, foram servidos caldos. Ao longo de toda tarde, violeiros encantaram os participantes com música de qualidade.

O gerente regional do Senar Minas em Juiz de Fora, Márcio Luiz Silva, destaca a satisfação por participar do evento. “A semente está plantada. Meu desejo é que esses agentes do turismo rural elevem a região ao patamar que ela merece, visto que temos um potencial adormecido.”

A instrutora credenciada pelo Senar Minas, Juliana Maria Fernandes Irineu, responsável pela condução do segundo módulo, Segurança nas Atividades Turísticas, também esteve presente no evento.

Agente de Turismo Rural

O Programa Agente de Turismo Rural é composto por seis módulos, totalizando 224 horas-aula. Entre seus objetivos estão fortalecer o turismo no meio rural, preparar profissionais com visão do negócio turístico, fomentar o negócio turístico e qualificar profissionais para ações integradas de turismo.

A turma formada em Baependi teve início ainda em dezembro de 2018, quando foram levantadas as potencialidades da região. O primeiro e o segundo módulos, Produtos e Serviços Turísticos e Segurança nas Atividades Turísticas, respectivamente, foram realizados no Parque Estadual da Serra do Papagaio.

O terceiro módulo, Condução de Turistas, teve como sede a Reserva do Sauá. Localizada entre Aiuruoca e Alagoa, a propriedade do casal participante Eloi Zanetti e Elisa Marília Prado Carneiro, é produtora de azeite.

O quarto módulo, Roteirização Turística, realizado em Itamonte, envolveu a visitação a pousadas e restaurantes, resultando em uma proposta de roteiro turístico de dois dias. O quinto módulo, Meios de Alimentação, ocorreu nos municípios de Caxambu e Baependi, abordando temas como alimentação, higiene e legislação. “Nesse ponto, trabalhamos a fim de adaptar o que é oferecido na região, como o caso da alimentação, com o famoso arroz tropeiro, aos visitantes que vêm em busca do turismo voltado para trilhas e montanhas”, explica o instrutor.

Fechando o Programa, o sexto módulo, Comercialização de Produtos e Negócios Turísticos, que culminou com o I Encontro de Causos e Caldos na Mantiqueira.

O participante Marco Aurélio de Souza, que já atua como condutor de turismo em Aiuruoca, tendo morado fora da cidade por alguns anos, relata que participar do Agente de Turismo Rural fez com que resgatasse conhecimentos que estavam adormecidos. “Quando surgiu a oportunidade de participar do Programa, achei sensacional a proposta de ser um curso itinerante, no entorno do Parque Estadual da Serra do Papagaio. De imediato, vi que era algo diferente de tudo o que eu já tinha feito.”

Questionado sobre as expectativas daqui para frente, Marco Aurélio aponta que “a partir de todo o aprendizado, vislumbro que o melhor é continuar seguindo os passos dessa formação, ou seja, conectando a região do entorno do Parque, seja trabalhando o turismo em si, de eco, aventura, na serra, seja trabalhando o turismo gastronômico, histórico e cultural. Espero levar tudo o que apendi e continuo aprendendo, tendo como foco estabelecimentos e pessoas que vêm a nossa região”.

O participante Autieres Donizeti de Faria, filho de produtores de queijo em Alagoa, planeja resgatar histórias por meio do turismo. “Em Alagoa, temos a figura do tropeiro. Pretendo trabalhar o resgate dessa figura, aplicando ao turismo.” Sobre o Programa, ele conta que definiu eu foco profissional. “O Agente de Turismo Rural me auxiliou a definir ações para me estabilizar no que eu sempre quis, ou seja, o turismo.”
 

Últimas notícias publicadas
29/10/2020 Feira Segura: produtores comemoram retomada do evento em Curvelo
29/10/2020 Mudanças e conquistas após um ano de ATeG Café em Monte Santo de Minas
29/10/2020 Curso de seringueiro insere mulheres no mercado de trabalho
29/10/2020 Sistema FAEMG e BNB discutem termo de cooperação sobre projetos de financiamento
29/10/2020 Filhos de produtores assistidos pelo ATeG Agroindústria participam de intercâmbio
29/10/2020 Programa ATeG é apresentado para profissionais da cafeicultura
29/10/2020 Programa ATeG ensina produtoras de aves a lucrar com ração alternativa
29/10/2020 Faculdade CNA abre inscrições para cursos de graduação EaD para o agronegócio
29/10/2020 SENAR apresenta ações para a silvicultura em webconferência para empresários do setor
29/10/2020 4º Cupping ATeG Café do SENAR MINAS chega na etapa final
Ver todas
FAEMG
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3000
E-mail: faemg@faemg.org.br
Senar Minas
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3074
E-mail: senar@senarminas.org.br
INAES
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3109
E-mail: inaes@inaes.org.br
Sindicatos
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3028
E-mail: asind@faemg.org.br