até
segunda-feira, 8 de julho de 2019
Matias Barbosa recebe curso piloto de Cogumelo Shimeji Branco, primeiro realizado em MG
Aline Furtado, de Juiz de Fora

O município de Matias Barbosa, vizinho de Juiz de Fora, recebeu o curso piloto Trabalhador da Cultura de Especiarias / Cogumelo Shimeji Branco - Implantação à Colheita. Anteriormente, o curso desenvolvido pelo Sistema Faemg / Senar Minas abordava apenas o Cultivo de Cogumelo. Em março desse ano, após passar por revisão, passou a contar com as espécies Champignon Paris e Portobello, Shimeji e Shitake. Matias Barbosa, portanto, foi a primeira cidade de Minas a receber o curso voltado à espécie Shimeji.

O evento resultou da parceria entre o Sistema Faemg / Senar Minas e o Sindicato dos Produtores Rurais de Juiz de Fora, com mobilização de Andréia Aparecida Barbosa Vinha Fonseca. O curso teve apoio da Emater e da Prefeitura de Matias Barbosa.

O evento reuniu 13 participantes no Sítio Chácara. Com 40 horas-aula, o evento foi conduzido pelos instrutores Gil Medeiros e Marcos Hermeto. O objetivo é levar ao produtor uma nova opção de renda e uma alternativa de aproveitamento de resíduo. “A turma reuniu participantes que já trabalham com cogumelos e também aqueles com pouca experiência no assunto. Com a turma bastante diversificada, pudemos verificar que o curso é altamente aplicável a todos eles”, conta Gil.

Segundo o instrutor, aqueles que já produziam relataram desconhecer alguns detalhes da produção. “Um exemplo é que a casa de cultivo de um dos participantes estava muito seca e ele já havia dado como perdido aquele lote. Na terça-feira, orientamos que ele ligasse a irrigação e deixasse irrigar à vontade, a fim de subir a umidade. Na quinta-feira, o local estava lotado de cogumelos”.

Menos gasto

O instrutor Gil explica que “com o curso, ensinamos a formulação de composto, então não é necessário que o produtor gaste com a aquisição e com o frete desse produto, sendo possível formular com matérias que estão na região da sua propriedade. Afirmamos que o curso trouxe uma perspectiva mais realista do cultivo de cogumelos”.

Entre os temas tratados ao longo das aulas estavam variedades de cogumelos, importância nutricional e terapêutica dos cogumelos, importância econômica, construção da casa de cultivo, técnicas de produção artificial de cogumelos, montagem da pilha de composto, boas práticas de colheita, entre outros. Uma das vantagens é que o cultivo de cogumelos não demanda espaço grande.

Alto valor proteico

O público-alvo do curso são pessoas que querem agregar valor ao seu produto, ter uma nova opção de renda e promover a diversificação de produção, sem esquecer da saúde. Isso porque, por se tratar de um alimento com alto valor proteico, pode substituir carne, o que representa uma opção para adeptos do veganismo e do vegetarianismo.

Avaliações

A participante Inaura Maria da Cunha conta que sempre pesquisou muito sobre o assunto, e destaca a importância do curso. “Pesquisamos muito, mas o curso veio a acrescentar demais, com muita prática, boa linguagem e muito bem conduzido”.

Quem também elogiou o curso foi a participante Lívia da Costa Spada. “Sou leiga, mas aprendi muita coisa. Tive oportunidade de me misturar a pessoas que já produzem cogumelos, e os instrutores conseguiram nivelar a turma. Sinto que saí em um nível equiparado. Nota dez! Já queremos o curso de Shitake”.

Para o produtor de cogumelo Adriano Reis, o curso foi excelente. “Juntamos peças que estavam soltas. Sabíamos um pouco de uma coisa ou outra. Buscávamos informação e não sabíamos se a fonte estava certa. Quando íamos testar, na prática, ficávamos frustrados porque nos deparávamos com algo diferente do que vimos na teoria. Sempre tivemos muita dificuldade de encontrar pessoas dispostas a dividir conhecimento. E o Sistema Faemg / Senar Minas veio agregar valor nesse sentido. Sairemos muito motivados, com um caminho muito mais claro com relação ao que deve ser feito, e com possibilidade de crescer porque já tínhamos batido no limite do nosso conhecimento e não sabíamos mais o que fazer. O curso nos deu um fôlego de ânimo e de conhecimento para encarar o mercado com segurança”.

O instrutor Marcos Hermeto relata que ele e Gil buscaram estar em sintonia ao longo de todas as aulas. “Isso para oferecer o melhor aos nossos alunos. A turma foi um ponto forte. O fato de contar com pessoas que já produzem cogumelos foi excelente porque pudemos apresentar oportunidade de melhorias”.

Últimas notícias publicadas
19/07/2019 Casal de Guarani tem na produção de iogurte e queijos sua principal fonte de renda
19/07/2019 Semana do Fazendeiro: TV Viçosa mostra cursos do SENAR MINAS
19/07/2019 Família Rural em São João Evangelista mobiliza participantes para cursos de capacitação
19/07/2019 Seminários: Um Plus na gestão da regional do SENAR em Araçuaí
18/07/2019 Semana do Fazendeiro: Senar Minas e Sistema Faemg são destaques na TV Viçosa e Rádio Universitária
17/07/2019 Nova turma de mobilizadores termina capacitação nesta quinta
17/07/2019 Missão Técnica do Norte de Minas e Senar participam de Seminário Nacional de Turismo
17/07/2019 Regional de Passos conclui capacitação do Mobilizar Bem
17/07/2019 Programa Mobilizar Bem é apresentado a mobilizadores em Patos de Minas
17/07/2019 Polo Sete Lagoas: alunos do Curso Técnico em Agronegócio obtém sucesso nas apresentações dos trabalhos de Conclusão de Curso
Ver todas
FAEMG
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3000
Fax: (31) 3074-3030
E-mail: faemg@faemg.org.br
Senar Minas
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3074
Fax: (31) 3074-3075
E-mail: senar@senarminas.org.br
INAES
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3109
Fax: (31) 3074-3030
E-mail: inaes@inaes.org.br
Sindicatos
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3028
Fax: (31) 3074-3030
E-mail: asind@faemg.org.br