até
terça-feira, 11 de junho de 2019
Agronegócio e sustentabilidade
SISTEMA FAEMG

Tecnologia e assistência técnica podem ser o diferencial para aliar rentabilidade e preservação ambiental na produção rural. Com essa proposta, e o macro tema “Mudanças Climáticas e Formas Alternativas de Energia”, a sexta edição do Seminário Ambiental do Sistema FAEMG reuniu mais de 200 participantes nesta terça (11/6), em BH.


Foram debatidos temas como a COP do clima e os principais desafios do agro em relação às mudanças climáticas, a capacitação profissional rural, e as possibilidades e estratégias de geração distribuída e uso da energia solar em propriedades rurais.


Na abertura, o vice-presidente do Sistema FAEMG, Rodrigo Alvim, destacou a importância do encontro para o debate crítico e formação de referencial teórico: “Precisamos preparar o produtor para, cada vez mais, ser um grande aliado da preservação dos recursos naturais. Impulsionar o desenvolvimento sustentável do agronegócio tem sido uma forte diretriz da atuação do Sistema FAEMG, por meio do Programa Nosso Ambiente e diversos outros projetos, ações e capacitações do Senar Minas”.

RESUMO DAS PALESTRAS

TEMA 1
Principais desafios do agro mineiro em relação às mudanças climáticas
Morjana dos Anjos (FEAM)

Para conseguirmos manter o ambiente para as gerações futuras, temos a cumprir uma série de objetivos de desenvolvimento sustentável e metas firmadas em acordos internacionais, dos quais o Brasil também faz parte. Precisamos mudar os nossos processos atuais de produção,- de geração de energia, da agricultura, da indústria -, visando processos mais sustentáveis. E precisa ser uma mudança mais ampla, porque estão ali metas comuns, para todo mundo. É importante que as pessoas tirem um tempinho para conhecer esses objetivos e como contribuir para a proteção de um bem que é de todos nós.
Junio Magela (advogado)
O setor agro tem desafios enormes relacionados às mudanças climáticas. Mas não podemos ficar só no problema. Trouxemos uma reflexão de quais são esses desafios e como resolvê-los. Como traçar estratégias, buscar dinheiro e implementar soluções. O produtor precisa saber como acessar esses recursos. Há muitas ferramentas disponíveis, cabe a produtor ter criatividade para acessá-las. Criar soluções é o grande desafio que temos pela frente.

TEMA 2
Capacitação profissional rural – Projeto Siderurgia Sustentável
Harrison Belico (Senar Minas)

O Senar Minas promove o acesso dos produtores à tecnologia desenvolvida pela UFV no Projeto Siderurgia Sustentável, uma iniciativa do governo estadual, com financiamento pelo fundo global para diminuição de emissão de carbono. O objetivo é fazer com que o produtor rural se torne mais eficiente no processo produtivo, principalmente em relação à redução da emissão de carbono e diminuição do aquecimento global. Apesar de demandar um investimento inicial, é um projeto muito vantajoso ao produtor. As tecnologias implementadas no sistema forno-fornalha lhe garantem maior controle do processo produtivo, sendo mais eficiente e portanto, obtendo mais lucro com seu processo produtivo

TEMA 3
O agro na COP do clima
João Carlos Dé Carli (CNA)

É preciso acreditar mais no agro. Durante anos, o setor foi alvo de críticas. Mas quando a Embrapa mostrou dados oficiais de sustentabilidade das propriedades rurais brasileiras, comprovou-se que os produtores são os grande aliados da questão ambiental no país. São dados oficiais, de governo, que não podem ser contestados. Precisamos que sejam maciçamente apresentados à sociedade brasileira e a todo o mundo. A maioria das metas apresentadas, o agro já consegue cumprir. O governo precisa trabalhar conosco, temos muitas ideias para apresentar.


TEMA 4
Caso de sucesso – Fazenda Vista Alegre (Manga)
Edvaldo Lôpo Alkimim

O produtor é cada vez mais um empreendedor rural. Apostei numa perspectiva de desenvolvimento sustentável. É um tripé: financeiro, ambiental e social. Não dá para explorar a propriedade visando só o lucro e a detonar do ponto de vista ambiental, ou sem responsabilidade social. O sucesso precisa levar isso em consideração. Dá para ser muito lucrativo com desperdício zero. Mas demanda muito trabalho e dedicação, capacitação, tecnologia e planejamento e gestão de metas.

TEMA 5
Possibilidades e estratégias de uso da energia solar em propriedades rurais
Nelson Colaferro (Blue Sol Energia Solar)

O campo precisa de energias alternativas. De dois anos para cá a energia solar é financeiramente viável. Tecnicamente, sempre foi. E pode trazer economia importante aos produtores, além de ser fonte limpa e inesgotável. A energia do campo não é a mais cara. É mais barata que a das residências e das empresas de baixa tensão nas cidades. E com as taxas de juros mais baixas para o campo, para a produção agrícola, o tempo médio de retorno no campo hoje é em torno de 6 anos.


TEMA 6
Problemas regulatórios na compensação da energia excedente da geração distribuída
Gabriel Ferreira (ABGD)

O produtor rural deveria aproveitar o bom momento deste cenário de 2019 para fazer o investimento em energia solar fotovoltaica porque é um cenário muito favorável com relação a taxas de juros e principalmente quanto a regulamentação, que está ainda no modelo antigo e, possivelmente, mais favorável do que a nova revisão que virá. É um investimento que faz muito sentido, vale muito a pena.

Últimas notícias publicadas
19/07/2019 Comissão de Fruticultura da FAEMG reuniu para abordar temas de grande importância para o setor
19/07/2019 MEDALHA DO MÉRITO RURAL FAEMG 2019
18/07/2019 Sindicato de Cássia apóia ações do Ministério Público
18/07/2019 Conseleite - Valor de referência de Julho
17/07/2019 Minas Láctea é aberto em Juiz de Fora: Sistema FAEMG está presente no “Ambiente de Inovação”
17/07/2019 Sudeste detém Mais de 45% dos geradores solares instalados no Brasil
17/07/2019 Sistema FAEMG e CNA no Fórum Estadual Estratégias para Retirada da Vacinação contra a Febre Aftosa
16/07/2019 Semana do Fazendeiro (UFV) - Palestra Magna
16/07/2019 Tecnologias para aumentar a produção de trigo no Cerrado
12/07/2019 BH recebe 38ª Exposição Nacional do Cavalo Mangalarga Marchador
Ver todas
FAEMG
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3000
Fax: (31) 3074-3030
E-mail: faemg@faemg.org.br
Senar Minas
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3074
Fax: (31) 3074-3075
E-mail: senar@senarminas.org.br
INAES
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3109
Fax: (31) 3074-3030
E-mail: inaes@inaes.org.br
Sindicatos
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3028
Fax: (31) 3074-3030
E-mail: asind@faemg.org.br