até
quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019
Cafezal mais produtivo depende de cuidados na fase da maturação
Alltech Crop Science

Promover um processo de maturação adequado de frutos das plantas de café é essencial para resultados positivos na colheita. Nesta fase, conhecida pela mudança de coloração do fruto, ocorre a intensificação do transporte da reserva da planta para essas estruturas, que mais tarde vão gerar os grãos do café. Levantamento elaborado pela Alltech Crop Science, em parceria com a Agrovista, em Albertina (MG), mostrou que o uso de soluções naturais durante este período trouxe ganhos de rentabilidade ao produtor.

De acordo com a pesquisa, as ferramentas à base de potássio e aminoácidos, utilizadas a partir do início da maturação do café, geraram incremento de produtividade de aproximadamente 5%. “As soluções estimulam naturalmente o transporte de carboidratos para os grãos. Se este redirecionamento for feito em quantidade e tempo adequados, as estruturas se desenvolvem melhor. Isso influencia na produtividade, pois se um grão está bem formado, teremos mais peso, o que traz melhores resultados finais”, explica o engenheiro agrônomo Marcos Revoredo, gerente técnico da Alltech Crop Science.

Além de respostas quantitativas, o estudo apresentou os ganhos qualitativos com o uso de biotecnologia no cafezal. A lavoura que recebeu as aplicações das soluções naturais apresentou 82% dos grãos de café com peneira igual ou maior que 17 (classificação preferida pelas beneficiadoras para cafés de melhor qualidade), enquanto na área sem o uso das ferramentas, o índice foi de apenas 66%.

Segundo Revoredo, esta uniformidade do tamanho dos grãos impacta diretamente na rentabilidade do produtor. “Ao final, teremos um maior número de grãos com melhor desenvolvimento, o que gera também melhor qualidade da bebida. Estes aspectos influenciam na negociação do produto e, consequentemente, na rentabilidade”, afirma o agrônomo. O especialista ainda reforça a importância da atenção a outras fases sensíveis do ciclo do café como o florescimento e a frutificação, etapas essenciais que antecedem a maturação.

Compostos naturais

Atingir as exigências do mercado de maneira sustentável requer práticas adequadas de manejo, para isso, Revoredo indica o uso do Bulk®, durante a maturação do cafeeiro. O fertilizante organomineral classe A, da Alltech Crop Science, é composto de potássio e aminoácidos que auxiliam no desenvolvimento da planta e na translocação dos carboidratos de forma equilibrada. Com isso, é possível atingir coloração, peso e sabor demandados pelos consumidores.

Últimas notícias publicadas
21/09/2020 Prova de fogo: trabalhadores recém treinados pelo SENAR combatem incêndio
21/09/2020 Agro.BR e NovoAgro: programas abrem novos horizontes para apicultores e fruticultores do Norte de Minas
21/09/2020 Gestão em Marketing e Produção Artesanal de Alimentos: cursos despertam empreendedores em Alterosa
21/09/2020 Cachaça vira negócio de sucesso para ex-alunos em Dionísio
18/09/2020 Profissionais do CRAS de Biquinhas são treinados para prevenção de acidentes
18/09/2020 Técnicos do ATeG participam de alinhamentos e capacitações em setembro
18/09/2020 Setembro Amarelo: em Caputira, curso de Saúde da Mulher foca na saúde mental
18/09/2020 Formação por Competência é promovido pela 1ª vez no Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba
18/09/2020 Pesquisa FAEMG: em reunião, mobilizadores buscam estratégias para ampliar trabalho
18/09/2020 SENAR MINAS revela finalistas do 1º Prêmio Nacional de Vídeos Educativos
Ver todas
FAEMG
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3000
E-mail: faemg@faemg.org.br
Senar Minas
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3074
E-mail: senar@senarminas.org.br
INAES
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3109
E-mail: inaes@inaes.org.br
Sindicatos
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3028
E-mail: asind@faemg.org.br