até
quinta-feira, 11 de outubro de 2018
Guabi fala sobre nutrigenômica na 38ª Exposição Nacional do Campolina Marchador
Guabi

São Bernardo do Campo, outubro de 2018 – A partir do dia 14 de outubro começa a 38ª Exposição Nacional do Campolina Marchador no Parque da Gameleira em Belo Horizonte. O encontro de machadores se estende até o sábado (20/10), e conta com uma extensa programação técnica e social para entreter os amantes da raça durante os 7 dias de evento.

Mercado de cavalos – Segundo os últimos dados divulgados pelo IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – o Brasil possui um dos maiores rebanhos de cavalos do mundo e ocupa o quarto lugar no ranking, com cerca de 5,5 milhões de cabeças, perdendo apenas para México, com 6,35 milhões; China, com 6,82 cabeças e para os Estados Unidos, com 9,5 milhões. Esse número é reflexo do alto investimento em melhoramento genético, nutrição, medicamentos, profissionais e treinadores.

Hoje o cavalo é utilizado para diversas atividades: esportiva, trabalho, agropecuária, equoterapia, lazer, etc. Com tantas práticas disponíveis, os criadores, a cada dia, buscam alternativas alimentares e tecnologias que possam aumentar o desempenho e o bem-estar de seu animal, pois um equino disposto, produtivo e saudável é resultado de uma boa alimentação. “Todos os nutrientes têm participação fundamental para o bom funcionamento do organismo dos cavalos, entretanto, se colocados em excesso ou não forem adicionados na alimentação do animal, podem alterar de forma negativa as ações de alguns genes e comprometer o metabolismo do animal, tornando-o mais suscetível as doenças, ao estresse e a baixo desempenho” alerta o gerente para Equinos da Guabi, Sigismundo Fassbender.

Com o objetivo de estudar detalhadamente as necessidades destes animais, a Guabi criou a genômica nutricional, um estudo realizado pelo mapeamento do genoma do equino, de acordo com o sexo, raça, padrão genético, espécie, etc, que identifica a ação direta ou indireta de cada nutriente nos códigos genéticos, que podem se manifestar em uma fase da vida do animal, de uma forma positiva ou negativa. Desta forma, através da genômica nutricional, é possível se antecipar a quaisquer ações ofensivas do organismo, prevenir doenças futuras e minimizar o risco de doenças crônicas, pois ela é capaz de identificar os genes que influenciam o risco de doenças metabólicas, em virtude de uma má alimentação.

“É possível aperfeiçoar o desenvolvimento do rebanho, gerar lucratividade e segurança, com a definição de dietas “personalizadas”. Além de evitar perdas, estabelecer estratégias e fazer a manutenção da saúde do animal, antecipando a uma futura enfermidade. O resultado é o sucesso nos negócios”, ressalta Sigismundo.

Últimas notícias publicadas
10/12/2018 Senar Minas forma mais duas turmas em Avicultura, na região noroeste
10/12/2018 Senar é homenageado com Diploma de Honra ao Mérito pela Câmara de São João da Ponte
10/12/2018 Instrutor é homenageado em Guapé
10/12/2018 Decisão de Fux sobre tabela de frete protege economia nacional
10/12/2018 Sebrae divulga indicadores de desenvolvimento econômico
10/12/2018 CNA discute ajustes no protocolo de tipificação de carcaças
10/12/2018 Senar promove maratona tecnológica para o agro
10/12/2018 CCPR comemora 70 anos de atividades e celebra força do cooperativismo
10/12/2018 Projeto Sucessão no Campo: Repasse para instrutores termina com sensação de dever cumprido
07/12/2018 Resultados imediatos: Curso de recuperação de nascentes do Senar Minas surpreende por onde passa
Ver todas
FAEMG
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3000
Fax: (31) 3074-3030
E-mail: faemg@faemg.org.br
Senar Minas
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3074
Fax: (31) 3074-3075
E-mail: senar@senarminas.org.br
INAES
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3109
Fax: (31) 3074-3030
E-mail: inaes@inaes.org.br
Sindicatos
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3028
Fax: (31) 3074-3030
E-mail: asind@faemg.org.br