até
sexta-feira, 14 de setembro de 2018
Lançado Programa de Certificação da Carne Senepol
Grupo Publique

No ano em que completa 18 anos de Brasil, o Senepol passa a figurar entre as raças bovinas de corte com um selo exclusivo de qualidade da carne. A Associação Brasileira dos Criadores de Bovinos Senepol (ABCB Senepol) acaba de lançar o Programa de Certificação da Carne Senepol, que passa a integrar o Agri Trace CNA Brazil, plataforma que reúne programas de rastreabilidade de sete raças. O termo de cooperação entre a associação e o Instituto CNA (ICNA) foi assinado pelo presidente da ABCB Senepol, Pedro Crosara, pelo diretor financeiro, José Alexandre de Melo Cunha, pelo secretário-executivo do ICNA, André Sanches, e pelo coordenador dos Protocolos de Rastreabilidade do ICNA, Paulo Costa. A solenidade de assinatura ocorreu no dia 4 de setembro, em Uberlândia/MG, durante o II Seminário Internacional da Raça Senepol.

Com a raça sendo cada vez mais usada em cruzamento industrial no País, esta é uma estratégia da associação para tornar a carne de Senepol ainda mais competitiva no mercado. “Em total alinhamento com o aumento da demanda do mercado para carne de alta qualidade, estamos lançando o selo SQA (Senepol Quality Assurance), que será concedido a carnes provenientes de animais oriundos de cruzamento industrial com a raça Senepol, certificando seus processos produtivos e garantindo padronização e qualidade superior. Isso trará benefícios ao produtor, à indústria frigorífica e, principalmente, ao consumidor. Queremos fomentar o consumo da carne Senepol para um público que prioriza um produto diferenciado”, esclarece Crosara.

O Programa de Certificação da Carne Senepol foi desenvolvido com base em rigorosos protocolos de produção e padronização. Entre as regras do protocolo a serem seguidas pelos pecuaristas, estão: classificação fenotípica (grau de sangue da raça, pelagem, tipo de animal, maturidade, tipificação de carcaça), programa nutricional e programa sanitário.

Podem participar produtores rurais de qualquer região do Brasil que atuem na pecuária de corte e cujo rebanho comercial tenha, no mínimo, 50% de sangue Senepol. O primeiro passo é se cadastrar na Plataforma de Qualidade – Carne Bonificada da CNA pelo site http://rastreabilidade.cnabrasil.org.br/. Depois do cadastro aprovado, basta indicar os animais a serem abatidos e em qual frigorífico (dentre os que estão cadastrados na Plataforma) ocorrerá o abate. Um técnico da ABCB Senepol irá inspecionar as carcaças dos animais abatidos. O produtor receberá do frigorífico uma bonificação por todas as carcaças entregues dentro dos requisitos do SQA.

A proposta é fazer com que a certificação traga ganhos para toda a cadeia produtiva. Segundo a CNA, a bonificação gira em torno de 7% a mais em relação ao valor da arroba. “O mercado está demandando cada vez mais informação a respeito do produto que consome. O brasileiro quer saber sobre a origem do alimento, mas, essencialmente, sobre qualidade. Diante dessa premissa, estruturamos a Plataforma de Qualidade na CNA que, hoje, conta com a participação de várias associações de raça. Percebemos uma demanda grande pela raça Senepol, que tem uma característica muito particular de qualidade, e iniciamos as negociações para a entrada da ABCB Senepol na Plataforma. Esta é a famosa parceria em que todos ganham. O produtor ganha, porque vê seu produto reconhecido, a indústria ganha, porque está atendendo a sua demanda, e o consumidor ganha, pois está tendo o seu anseio atendido dentro de um padrão estabelecido. É muito lucrativo para todos os elos da cadeia”, diz o secretário-executivo do ICNA.

Para o consumidor, a chegada em breve das carnes Senepol com o selo do SQA às prateleiras dos supermercados significará a aquisição de um alimento de origem controlada, desde a criação até o abate, ou seja, do pasto ao prato. “As pessoas estão começando a conversar sobre sistema de produção, raça, origem da carne, blends (combinação), terroir (efeitos do ambiente no alimento). O Senepol está muito alinhado com o atual momento do consumidor brasileiro, que hoje vê o churrasco como um estilo de vida”, assegura Roberto Barcelos, engenheiro-agrônomo e consultor do SQA que atuou na elaboração do protocolo de certificação do Senepol.
 

Últimas notícias publicadas
25/09/2018 Produtores rurais de Piracema iniciam no Projeto ABC Cerrado
25/09/2018 Curral é construído durante curso do Senar Minas em Açucena
25/09/2018 Artigo - A importância dos nutrientes para o solo e para a vida
25/09/2018 Horário de verão começa em novembro para não atrapalhar eleições
25/09/2018 CNA inicia participação no Fórum Econômico Mundial sobre sustentabilidade
25/09/2018 Prazo de entrega do ITR termina na sexta-feira
25/09/2018 Trabalhadores rurais de Formoso ampliam conhecimentos sobre motosserras
25/09/2018 Ex-alunos do Senar Minas apresentam produtos em Feira Agropecuária de Virgínia
25/09/2018 Curso de Casqueamento reúne 11 participantes em Santa Rita de Jacutinga
24/09/2018 Senar recebe Medalha de Mérito Ecológico da Câmara de Montes Claros
Ver todas
FAEMG
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3000
Fax: (31) 3074-3030
E-mail: faemg@faemg.org.br
Senar Minas
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3074
Fax: (31) 3074-3075
E-mail: senar@senarminas.org.br
INAES
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3109
Fax: (31) 3074-3030
E-mail: inaes@inaes.org.br
Sindicatos
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3028
Fax: (31) 3074-3030
E-mail: asind@faemg.org.br