até
sexta-feira, 8 de junho de 2018
De olho no mercado, produtores rurais aprendem sobre caprinos com o Senar
Élcio Fonseca, de Patos de Minas

O consumo de leite e derivados de cabra tem crescido no Brasil e, neste mercado em ascensão, Minas Gerais ocupa a 10ª posição do ranking de criação de caprinos, com rebanho de 81 mil animais, segundo a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária). Uma das explicações para o aumento é a grande capacidade de adaptação dos caprinos a climas variados, o que atrai a atenção de criadores.

Diante desse cenário, pequenos produtores rurais de Dores do Indaiá, na região central do estado, estão empenhados em fazer dessa atividade um negócio lucrativo. Eles pediram ao Sindicato de Produtores Rurais do município para que, através da parceria com o Senar Minas, levasse a eles o curso de criação de caprinos. O pedido foi prontamente atendido.

Durante cinco dias, os participantes aprenderam sobre tudo que envolve a criação de cabras, como o cenário econômico da atividade, as instalações nas propriedades rurais, a reprodução dos animais, a prevenção e o combate a doenças, e a comercialização do leite e seus derivados. 

O curso foi no Sítio Olaria, do casal José Eustáquio e Tânia. Eles começaram a criar cabras mais de cinco anos atrás. No começo tinham apenas um casal de animais, mas hoje são quase 50. A produção de leite ainda é pequena, de pouco mais de 30 litros por dia, e tudo é vendido aos vizinhos mesmo. Mas agora, depois do curso do Senar, o casal está cheio de planos. “Aprendemos muito e estamos nos sentindo preparados para crescer. Queremos aumentar nossa produção e até abrir uma empresa para ganhar mais dinheiro com o leite de cabra”, revela Tânia.

O instrutor do curso, Luciano Piovesan, diz que está muito feliz com o empenho do casal e dos outros participantes que ainda não criam caprinos, mas que agora pretendem começar. “Percebi que todos eles estão muito interessados em ingressar na atividade, eles foram capacitados para isso e agora o desafio é manter uma regularidade de produção e volume para atender ao mercado, que é crescente”.

Últimas notícias publicadas
25/06/2018 Produção de embutidos atrai alunos em Carmo do Rio Claro
25/06/2018 Doma racional de novilhas para ordenha chega a Rubim
25/06/2018 Vale do Jequitinhonha tem mais uma nascente recuperada e protegida em curso do Senar Minas
22/06/2018 Semana do Produtor Rural de Itabira: ainda dá tempo de se inscrever para cursos gratuitos do Senar
22/06/2018 Produtores participam de curso de Derivados do Leite no Vale do Aço
22/06/2018 Produtores rurais de Nanuque investem na criação de ovinos
22/06/2018 Caeté recebe dois cursos de Saúde Bucal, sucesso entre jovens e adolescentes
21/06/2018 Senar contribui para geração de renda e estímulo ao Agroturismo em Teixeiras
21/06/2018 Senar desperta mulheres para a comercialização de vassouras em Aricanduva
21/06/2018 Curso de Derivados do Leite muda a vida de casal em São José da Barra
Ver todas
FAEMG
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3000
Fax: (31) 3074-3030
E-mail: faemg@faemg.org.br
Senar Minas
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3074
Fax: (31) 3074-3075
E-mail: senar@senarminas.org.br
INAES
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3109
Fax: (31) 3074-3030
E-mail: inaes@inaes.org.br
Sindicatos
Avenida do Contorno, 1.771 - Floresta
Belo Horizonte – 30.110-005
Fone: (31) 3074-3028
Fax: (31) 3074-3030
E-mail: asind@faemg.org.br